Quando os representantes da AMD na abertura da Computex 2022 falaram sobre as capacidades da nova plataforma Socket AM5, uma menção de “suporte até 170 W” brilhou em segundo plano no texto da apresentação, e os comentários subsequentes do diretor de marketing técnico Robert Hallock (Robert Hallock) enganou o público. Como descobrimos no final, esse valor se refere especificamente ao TDP da família de processadores Ryzen 7000, mas não ao consumo máximo possível – é maior.

Fonte da imagem: AMD

Inicialmente, Hallock, em entrevista à PCWorld, tentou sugerir que os 170 W mencionados na apresentação são o valor de PPT, parâmetro que determina a potência elétrica emitida pela tomada do processador. O mesmo parâmetro pode ser considerado como a liberação máxima de calor. E o valor do TDP, ou seja, consumo típico de energia e dissipação de calor, segundo a afirmação inicial de Hallock, é na verdade menor que esses mesmos 170 watts. Mas aqui o representante da AMD foi astuto.

Fonte da imagem: AMD

A Tom’s Hardware conseguiu novos esclarecimentos dos representantes da AMD, que, no entanto, descobriram que para a plataforma Socket AM5 o limite de TDP é de 170 W, e o valor de PPT é obtido multiplicando o TDP por 1,35, o que resulta em 230 W. É essa energia elétrica que o soquete do processador Socket AM5 é capaz de fornecer, e é precisamente essa dissipação máxima de calor que os processadores Ryzen 7000 serão capazes. Robert Hallock posteriormente teve que admitir que o TDP é de fato 170 W, e o PPT atinge 230 W. Acrescentamos que no texto do press release no site da AMD, a vinculação do valor de 170 W ao TDP estava disponível originalmente (imagem acima).

Fonte da imagem: AMD

Observe que os processadores Socket AM4 Ryzen têm um TDP de não mais que 105 W, enquanto o valor de PPT foi de 142 W. Na nova plataforma, o teto de consumo de energia foi aumentado do Socket AM4 para facilitar o trabalho de processadores mais antigos com um grande número de núcleos em situações de alta carga.

No mesmo evento, a AMD disse que uma amostra de engenharia do processador Ryzen 7000 de 16 núcleos, lançado no final de abril, conseguiu aumentar automaticamente a frequência de “quase todos” os núcleos para entre 5,2 e 5,5 GHz. Na apresentação do evento e no site da empresa, essas frequências são descritas com mais atenção – “5 GHz +”.

Colegas do site Tom’s Hardware também receberam esclarecimentos dos representantes da AMD de que uma amostra específica de processador do evento Computex 2022 não funcionou no limite teórico e seu valor de TDP não atingiu 170W. Além disso, notou-se que a linha AMD manterá processadores com valor de TDP não superior a 65 ou 105 W, e modelos com TDP de 170 W serão direcionados principalmente para entusiastas que esperam desempenho máximo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.