Ficou conhecido que a STMicroelectronics e a GlobalFoundries pretendem construir uma empresa para a produção de componentes semicondutores na França, usando subsídios de fundos governamentais. Cerca de 1.000 pessoas terão empregos, e o novo empreendimento permitirá que a STMicroelectronics aumente a receita para mais de US$ 20 bilhões por ano.

Fonte da imagem: STMicroelectronics

De acordo com a Reuters, o local de produção estará localizado perto das fronteiras italiana e suíça, na França natal da STMicroelectronics, e as autoridades locais fornecerão apoio financeiro ao projeto. O custo total de sua implementação chegará a 4 bilhões de euros, com base em rumores. Ainda não há informações oficiais sobre o orçamento da construção, mas o presidente francês Emmanuel Macron está se preparando para usar esta ocasião de informação para demonstrar a disposição do governo em apoiar o desenvolvimento da infraestrutura industrial na Europa. Até 2030, lembramos, as autoridades da UE esperam elevar a participação da região no volume de produção mundial de produtos semicondutores para 20%.

De acordo com a própria STMicroelectronics, o novo empreendimento não apenas ajudará a atender melhor a demanda por componentes semicondutores de clientes europeus e globais, mas também aumentará a receita da empresa para mais de US$ 20 bilhões por ano. Nos próximos cinco anos, as autoridades francesas querem ajudar a aumentar o número de “empresas unicórnios” locais para 25 e, posteriormente, atrair pelo menos 10 gigantes da tecnologia para as bolsas europeias, cuja capitalização total até 2030 chegaria a 100 bilhões de euros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.