ter. mar 31st, 2020

Avalanche Notícias

Você conectado com o mundo

A Sharp entrou com uma ação contra a Tesla no Japão e exige proibir a importação de veículos elétricos

2 min. de leitura


A empresa japonesa Sharp intensificou suas atividades no campo jurídico. Nos últimos meses, a Sharp entrou com ações contra várias empresas, acusando-as de roubar tecnologia ou uso não autorizado de patentes. Como ficou conhecida outro dia, a empresa americana Tesla também caiu sob a distribuição.

Reuters

A agência de notícias Nikkei do Japão informou que a divisão Sharp em Osaka entrou com uma ação no Tribunal Distrital de Tóquio contra a divisão japonesa de Tesla. Em um arquivo enviado, a Sharp alega que o fabricante americano de veículos elétricos violou as patentes da empresa para equipamentos de comunicação a bordo.
Como medida de barragem contra violações da Tesla, a Sharp está pedindo ao tribunal que proíba a importação para o país de três modelos de veículos elétricos da empresa. No passado, a Sharp esteve envolvida no projeto e fabricação de uma ampla gama de componentes eletrônicos, incluindo eletrônicos automotivos. Por exemplo, em 2007, esse era um dos objetivos da colaboração entre a Sharp e a Pioneer. Logo depois disso, a crise de 2008 e a desaceleração geral da economia japonesa encerraram o trabalho conjunto das empresas, mas algo foi poupado nas patentes.
Desde o início do ano, a Sharp registrou reclamações de patentes contra a Vizio e a OPPO e vários outros fabricantes de painéis e produtos de televisão. O fabricante japonês os acusa de violar 12 patentes relacionadas à produção de painéis LCD. Uma ação contra Tesla mergulha a Sharp no mundo da indústria automotiva. Afinal, os carros elétricos da Tesla são aparelhos, como Elon Musk e seus fãs nos garantem.
.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *