O novo headset de realidade virtual e aumentada da Meta* Platforms será chamado de Quest Pro. Isso veio à tona por meio de uma análise do aplicativo para iPhone da empresa para configurar o hardware de RV.

Meta* Quest 2 //Fonte da imagem: Adrià García Sarceda/unsplash.com

Meta* não esconde a preparação de um novo dispositivo – desde o ano passado tem o codinome Projeto Cambria. Segundo a Bloomberg, é provável que a empresa revele o nome oficial ainda este ano, juntamente com um anúncio completo da novidade e o anúncio do momento de sua entrega. Segundo fontes da Bloomberg, a novidade custará mais de US$ 1.000.

A criação deste aparelho é um projeto prioritário para a Meta*, que está coibindo outras iniciativas como o lançamento de relógios inteligentes. A expectativa é que a novidade seja um concorrente direto do headset de realidade mista da Apple quando for colocado à venda no próximo ano.

O novo headset Meta* oferecerá melhores gráficos e desempenho geral aprimorado do que o Meta* Quest normal. Além disso, a novidade receberá câmeras de alta resolução, capacidade de simular objetos coloridos em realidade aumentada e poder rastrear movimentos oculares. Além disso, o fone de ouvido será equipado com uma grande quantidade de memória e telas de alta resolução para formar um ambiente VR. Uma linha de código encontrada por entusiastas menciona a capacidade de emparelhar o Meta* Quest com um controlador. A empresa costuma anunciar novos headsets em outubro.

No momento, a Meta* domina o mercado de RV, mas é possível que a Apple e outros desenvolvedores de soluções de RV se tornem fortes concorrentes. Segundo relatos não confirmados, o fone de ouvido da Apple se assemelhará funcionalmente ao Meta * Quest Pro – receberá um processador poderoso, a capacidade de trabalhar em realidade aumentada e virtual e, provavelmente, suporte para comunicação em um ambiente 3D.

* Está incluído na lista de associações públicas e organizações religiosas em relação às quais o tribunal tomou uma decisão final para liquidar ou proibir atividades com base na Lei Federal nº 114-FZ de 25 de julho de 2002 “Sobre o combate ao extremismo atividade”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.