As autoridades chinesas deram aprovação provisória para retomar a oferta pública inicial (IPO) do Ant Group, fundador do Alibaba Group, Jack Ma, nas bolsas de valores de Xangai e Hong Kong. Isso foi relatado pela Reuters, citando duas de suas próprias fontes ao mesmo tempo.

Fonte da imagem: antgroup.com

A Ant, holding do Alibaba Group, pretende apresentar documentos preliminares já no próximo mês, embora a fintech chinesa ainda não tenha recebido instruções da Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China (CSRC), que determinará o momento do procedimento, de acordo com o comunicado. fontes sob condição de anonimato.

A própria Ant até agora negou essa informação, insistindo que não planeja retomar o IPO, que foi adiado às pressas por um comando de Pequim em novembro de 2020. Naquela época, a empresa estava avaliada em US$ 315 bilhões e planejava arrecadar US$ 37 bilhões, estabelecendo um recorde mundial. “Sob a orientação dos reguladores, estamos focados em avançar constantemente nosso trabalho para corrigir deficiências e não planejamos iniciar um IPO”, disse a empresa.

As autoridades chinesas cancelaram urgentemente o IPO do Ant Group e assumiram o controle especial de todo o império empresarial de Ma depois que ele se permitiu acusar publicamente as autoridades financeiras de suprimir a inovação em outubro de 2020. Depois disso, Pequim lançou uma campanha em larga escala de medidas estatais contra gigantes da tecnologia local. Portanto, a retomada do IPO de um dos principais players pode ser um sinal de “degelo”.

As informações sobre os planos de reativação do IPO da Ant também foram confirmadas pela Bloomberg: segundo sua versão, negociações relevantes já começaram com a participação de reguladores financeiros chineses; além disso, em um dos departamentos, teria sido criado um departamento responsável pela preparação do procedimento. No entanto, o CSRC também negou esta informação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.