Ficou conhecido que os acionistas do Twitter processaram Elon Musk e a própria empresa. Assim, eles mostraram sua insatisfação com o andamento caótico do negócio de venda da empresa para Musk, o que causou uma queda significativa no valor das ações do Twitter.

Fonte da imagem: Sheldon Cooper / SOPA Images / Lightrocket / Getty Images

Segundo relatos, Musk é acusado em uma ação coletiva por acionistas de violar várias seções da lei corporativa da Califórnia, além de manipular o mercado de ações. Uma dessas violações se deve ao fato de o bilionário não ter divulgado informações sobre sua participação no Twitter e ter planos de comprar a empresa, supostamente com fins lucrativos.

Note-se também que Musk começou a comprar ações da empresa, tendo informações privilegiadas, que foram recebidas do ex-CEO do Twitter Jack Dorsey (Jack Dorsey) e um dos líderes da empresa de investimentos Solver Lake Partners Egon Durban, que está em a diretoria do Twitter. O processo alega que Musk violou a lei estadual ao suspender a compra do Twitter sob o pretexto de testar o tamanho da base real de usuários da plataforma para obter melhores condições.

Desde o início do acordo no Twitter com Elon Musk, as ações da empresa perderam 12% de preço, enquanto o valor da Tesla, de propriedade do bilionário, caiu 28%. No início de abril, Elon Musk fez uma oferta para comprar o Twitter por US$ 44 bilhões a uma taxa de US$ 54,20 por título.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.