21 de outubro de 2020

Avalanche Notícias

Você conectado com o mundo

Vazamento de amônia registrado no segmento americano da ISS, mas sem perigo para os astronautas

1 min read

Vazamento de amônia detectado na Estação Espacial Internacional (ISS). A informação é da “RIA Novosti”, referindo-se a informações recebidas de uma fonte da indústria de foguetes e espaciais e da estatal Roscosmos.

Fotos de Roscosmos

A amônia escapa de fora do segmento dos EUA, onde é usada no sistema de remoção de calor para o espaço. No entanto, a situação não é crítica e nada ameaça a saúde dos astronautas.

«Especialistas registraram um vazamento de amônia fora do segmento norte-americano da ISS. Estamos falando de uma taxa de vazamento de cerca de 700 gramas por ano. Mas não há ameaça para a tripulação da estação ”, disseram pessoas informadas.

Ressalte-se que um problema semelhante já surgiu antes: foi descoberto em 2017 um vazamento de amônia do sistema de refrigeração do segmento americano da ISS. Em seguida, foi eliminado durante a caminhada espacial dos astronautas.

Acrescentamos que os cosmonautas russos Anatoly Ivanishin e Ivan Wagner, bem como o astronauta americano Christopher Cassidy, estão atualmente em órbita. Em 14 de outubro, outra expedição de longa duração partirá para a ISS. A tripulação principal do ISS-64 inclui os cosmonautas da Roscosmos Sergei Ryzhikov e Sergei Kud-Sverchkov, a astronauta da NASA Kathleen Rubins, e a tripulação reserva consiste nos cosmonautas Oleg Novitsky e Petr Dubrov, do astronauta da NASA Mark Wande Hai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *