A partir do próximo ano, a Samsung planeja reduzir o número de câmeras traseiras nos smartphones da série Galaxy A, que são tradicionalmente classificados como dispositivos de médio porte. Isso é relatado pela conhecida edição sul-coreana do The Elec.

Galaxy A //Fonte da imagem: Samsung

Segundo relatos, a empresa provavelmente removerá o sensor de profundidade, que encontra bastante uso. Em vez disso, o fabricante melhorará as câmeras restantes. De acordo com o plano, a partir de 2023 os modelos Galaxy A24, A34 e A54 serão equipados com apenas três câmeras traseiras.

O Galaxy A24 receberá uma câmera principal de 50 megapixels, um módulo ultra grande angular de 8 megapixels e um módulo macro de 5 megapixels. O Galaxy A34 receberá câmeras de 48, 8 e 5 megapixels, respectivamente, e o A54 – de 50, 5 e 5 megapixels. Nos modelos do ano atual, são utilizados módulos com câmeras quádruplas. A redução do seu número permitirá à Samsung reduzir custos e dedicar mais atenção ao trabalho nos principais módulos. Muitos especialistas e usuários já chamaram de inútil a corrida pelo número de sensores usados.

Os modelos da série Galaxy A, entre outras coisas, são os smartphones Samsung mais vendidos. Somente as três principais variantes da série A representaram recentemente 60 milhões de vendas anuais – manter a alta qualidade ajudará a Samsung a competir de forma mais eficaz com os rivais chineses.

No ano passado, a empresa começou a aplicar estabilização óptica de imagem à série Galaxy A, tornando esses smartphones ainda mais atraentes para os compradores. De acordo com os dados até agora, o Galaxy A34 estará à venda em março do ano que vem, e em abril o Galaxy A54 deve chegar ao varejo global.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.