A Housemarque adicionará ideias e narrativas que não foram incluídas no Returnal ao seu próximo projeto. O designer de narrativa sênior Eevi Korhonen falou sobre isso. Anteriormente, a Housemarque anunciou o desenvolvimento de uma nova propriedade intelectual em colaboração com a Sony Interactive Entertainment.

Fonte da imagem: Housemarque

Em entrevista ao VGC, Korhonen disse que Returnal era um jogo muito ambicioso, mas muitas ideias e sistemas de narrativa tiveram que ser abandonados no processo de criá-lo. No entanto, o tempo gasto com eles não foi em vão: eles são usados ​​pelo próximo projeto do estúdio.

«Nós não entendemos o quão grande [Returnal] seria, construindo uma nova plataforma em um novo mecanismo com uma nova equipe, todas essas coisas exigem aprendizado. Agora temos aquele time que passou pelo fogo e aprendeu a fazer um jogo como o Returnal. Então agora podemos começar [um novo projeto] com experiência”, disse Korhonen.

O Senior Narrative Designer também falou sobre as lições que a equipe aprendeu ao criar o primeiro grande jogo baseado em histórias. Agora o estúdio sabe o quão difícil é implementar muitos dos recursos em um roguelike, incluindo contar histórias.

Em Returnal, a narrativa se desenrola através de clipes curtos que são reproduzidos quando você morre e retorna ao seu navio. Mas também há segmentos de história mais longos no jogo que acontecem em uma casa no meio da primeira área. No entanto, as pessoas não são levadas para esta casa, então muito do enredo do Retorno pode ser ignorado. O objetivo da Housemarque era dar escolha aos jogadores, mas também mantê-los interessados ​​em aprender sobre a história.

Fonte da imagem: 3DNews

O que se sabe sobre o novo projeto Housemarque é que será um grande jogo que será lançado no PlayStation 5, já que a Sony Interactive Entertainment comprou o estúdio dois meses após o lançamento de Returnal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.