O jogo de Hideo Kojima com Mads Mikkelsen poderia ter sido sobre parceiros policiais

zdhlzgnhndnkmwvhn2fiyju0ywfmmwi1mzrmnti2ote0zjrjnwm3nmfhzjkwyjy0odrjztg0y2i3zjhlzmixng-8741960

No início de setembro, o renomado designer de jogos Hideo Kojima falou sobre a ideia de um jogo chamado MADS MAX, estrelado por Mads Mikkelsen. O ator riu ao ouvir a proposta pessoalmente, pois achou que Hideo estava brincando. Os usuários achavam que era um jogo pós-apocalíptico, porque o título claramente jogava na franquia Mad Max. Acontece que a ideia era completamente diferente.

Fonte: Twitter.

Kojima disse que MADS MAX não teria nada a ver com Mad Max, e os eventos se desenrolariam no futuro, onde os personagens principais eram outros policiais. Leitores atentos das redes sociais do designer de jogos notaram que Kojima provavelmente queria retrabalhar seu jogo Policenauts, lançado no Japão em 1994.

mtu3ywqyzme0ngjmywmzoti5zwuwm2e3zdazzjfkzwzkmda3ndkxy2zhyzc2zjiyy2fkmddjyzq3owq4ogq1ywpolicenauts-3389708

Fonte: Konami

Como resultado, Mikkelsen interpretou Cliff em Death Stranding, e Kojima sempre o viu nesse papel. O famoso desenvolvedor acrescentou que considera o criador de “Mad Max” George Miller (George Miller) “seu deus”.

Agora a Kojima Productions está se preparando para o lançamento de Death Stranding Director’s Cut, que estará à venda em 24 de setembro no PS5. O jogo receberá suporte para recursos DualSense, som 3D, downloads mais rápidos e dois modos de operação: full 4K e upscaled. Um trailer do próprio Kojima será lançado em 8 de setembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *