1 de outubro de 2020

Avalanche Notícias

Você conectado com o mundo

A Agência Espacial Europeia alocou 129 milhões de euros para proteger a Terra dos asteróides

2 min read

A Agência Espacial Europeia (ESA) assinou um acordo na terça-feira para construir uma nave espacial como parte de um projeto conjunto com a NASA para proteger a Terra de colisões de asteróides. O acordo foi assinado com um consórcio industrial liderado pelo grupo alemão aeroespacial e de tecnologia OHB.

REUTERS / Ralph Orlowski

O acordo de 129,4 milhões de euros cobre o “projeto detalhado, fabricação e teste” da espaçonave para uma missão de codinome Hera, que apoiará a missão Teste de Redirecionamento de Asteróide Duplo (DART) da NASA. Lembre-se de que a Agência Aeroespacial Americana planeja enviar uma espaçonave ao asteróide Dimorfos em 2021 para mudar sua trajetória.

O objetivo da missão Hera será avaliar o impacto da nave espacial DART da NASA colidindo com um asteróide. A espaçonave ESA Hera, que será lançada em outubro de 2024, carregará minissatélites de 10 cm no formato CubeSat, capazes de fazer imagens muito mais perto da superfície do asteróide do que a própria Hera, que girará em torno do corpo celeste. Durante a pesquisa de seis meses, o satélite vai fotografar a cratera de impacto e medir a massa do asteróide, que alcançará no final de 2026.

O diâmetro dos Dimorfos é de 160 metros. Essas dimensões, segundo a ESA, são suficientes para destruir uma cidade inteira se o asteróide colidir com a Terra.

Marco Fuchs, CEO da OHB, comparou a tentativa de tirar um asteróide do curso a “jogar bilhar”, observando a dificuldade de alcançar um corpo celeste tão pequeno. “É preciso controlar [o aparelho] com muita precisão, primeiro é preciso localizá-lo [o asteróide] e, em seguida, abordá-lo de forma que possa realmente pesquisar o que aconteceu como resultado do impacto da sonda americana”, disse Marco Fuchs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *