A Kioxia e a Western Digital anunciaram que sua joint venture de fabricação de chips de memória flash 3D NAND Fab 7 na província japonesa de Yokkaichi receberá 92,9 bilhões de ienes (US$ 680 milhões) em subsídios de expansão do governo japonês. A decisão do governo japonês foi tomada como parte de um programa para estimular o crescimento da produção local de semicondutores.

Fonte da imagem: Kioxia

A Kioxia iniciou a construção da fábrica Fab 7 no Complexo Industrial de Operações de Yokkaichi no final de 2020. Embora a instalação ainda esteja em construção, a Kioxia e seu parceiro Western Digital já começaram a equipar parcialmente a fábrica com equipamentos para a produção de chips de memória NAND 3D de 112 e 162 camadas, que está programado para começar neste outono. No futuro, a fábrica Fab 7 produzirá memória flash com ainda mais camadas.

«Temos o prazer de anunciar que o governo japonês reconheceu a importância das tecnologias de fabricação e armazenamento de memória, pois são componentes críticos na indústria de semicondutores. Juntamente com nosso parceiro Kioxia, esperamos o sucesso de nossa joint venture”, disse David Goeckeler, CEO da Western Digital.

Os chips de memória flash DRAM e NAND são de fato componentes essenciais de todos os PCs, servidores, smartphones e praticamente todos os outros dispositivos eletrônicos que as pessoas usam hoje, mas a fabricação desses chips traz alguns riscos financeiros. Os preços dos chips de memória são altamente dependentes da oferta e demanda do mercado. É por isso que essa produção nem sempre encontrou o apoio financeiro necessário das autoridades de alguns países. Este último, por sua vez, simplesmente permitiu que grandes fabricantes de chips de memória, como Micron e SK hynix, absorvessem empresas menores produtoras de chips DRAM e NAND para crescer.

O governo japonês decidiu mudar sua abordagem sobre esta questão, e não sem razão. A fabricação 3D NAND não é o negócio mais lucrativo e está sujeito a desacelerações cíclicas. No entanto, os principais fabricantes de 3D NAND, como Kioxia e Western Digital, podem ajudar a impulsionar a fabricação local de semicondutores e criar milhares de novos empregos. Além disso, o surgimento de uma nova cadeia de suprimentos de semicondutores no país pode atrair outros fabricantes de chips, sinalizando um ambiente favorável para quem busca opções para diversificar sua fabricação. Essas empresas incluem, por exemplo, a TSMC, que recentemente procurou opções para expandir sua capacidade fora de Taiwan.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.