29 de setembro de 2020

Avalanche Notícias

Você conectado com o mundo

O co-fundador da Arm lança campanha de agitação para que autoridades do Reino Unido intervenham no acordo com a NVIDIA

2 min read

Hoje foi anunciado que a empresa japonesa SoftBank vendeu a desenvolvedora de chips britânica Arm para a NVIDIA americana. Logo depois disso, o cofundador da Arm, Hermann Hauser, classificou o negócio como um desastre que destruiria o modelo de negócios da empresa. Mais tarde, ele também lançou a campanha pública da Save Arm e escreveu uma carta aberta ao primeiro-ministro britânico Boris Johnson, tentando chamar a atenção das autoridades para o negócio.

Em uma carta aberta a Boris Johnson, o Sr. Hauser expressou sua “extrema preocupação” sobre a compra da Arm pela NVIDIA e como isso afetaria o emprego no país, o modelo de negócios da Arm e o futuro da independência econômica do Reino Unido dos EUA e seus interesses. Paralelamente, a Hauser lançou um site especial savearm.co.uk, na esperança de obter apoio público dessa forma, e também começou a coletar assinaturas de representantes comerciais e outros.

Hauser está tentando chamar a atenção do governo do Reino Unido para bloquear o negócio ou pelo menos criar cláusulas legalmente vinculativas que salvem empregos e evitem que a NVIDIA desfrute de uma vantagem sobre outras empresas com as quais a Arm fez parceria. Hauser observa que, após a compra da Arm por uma entidade dos EUA, as atividades futuras da empresa estarão sujeitas às leis de exportação dos EUA. Este é um dos pontos-chave, uma vez que muitos dos parceiros da Arm são empresas chinesas ou empresas que, por sua vez, fazem negócios no Império do Meio.

Lembre-se de que, quando a SoftBank adquiriu a Arm há quatro anos, ela se comprometeu a manter a sede do desenvolvedor do processador no Reino Unido. Agora foi anunciado que a SoftBank continuará cumprindo suas obrigações anteriores, que expirarão em setembro de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *