Tendo passado rapidamente por todos os nomes próprios e nomes geográficos, as montadoras começaram a usar nomes sintéticos ao designar novos modelos, e agora o fornecimento de designações alfanuméricas também está próximo do esgotamento. No mínimo, a Audi viu nos nomes dos veículos elétricos NIO ES6 e ES8 semelhanças com os nomes de seus próprios modelos.

Fonte da imagem: NIO

De acordo com a Reuters, citando Handelsblatt, representantes da Audi entraram com uma ação em um tribunal de Munique em que a fabricante chinesa de carros elétricos NIO é acusada de violar os direitos do autor de usar as marcas S6 e S8. De facto, a fabricante chinesa acrescentou apenas a letra “E” a estas designações, embora a gama de modelos Audi ainda não tivesse carros com os nomes “ES6” e “ES8”. É possível que no futuro a Audi planejasse introduzi-los no segmento de veículos elétricos, porque já designou modificações de alta velocidade de seus carros com motores de combustão interna como RS6 e RS8.

Embora os produtos NIO tenham sido oferecidos principalmente na China, isso não causou muita preocupação para a Audi, mas desde maio ele é vendido na Noruega e aparecerá em revendedores na Holanda, Suécia, Dinamarca e na própria Alemanha até o final do ano. Disputas sobre as designações de veículos elétricos não são tão raras. Ao mesmo tempo, Tesla foi forçado a usar a designação “Modelo 3” em vez de “Modelo E”, já que este último foi atribuído à Ford Motor. Por outro lado, tais considerações não impediram a marca Foxtron, de propriedade da gigante taiwanesa Foxconn, quando um dos veículos elétricos recebeu o mesmo nome “Modelo E”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.