27 de setembro de 2020

Avalanche Notícias

Você conectado com o mundo

Qualcomm aposta na sobrevivência da Huawei após sanções

2 min read

O tema da entrada em vigor das restrições finais dos EUA ao fornecimento de componentes para as necessidades da Huawei Technologies, embora não possa ser considerado novo, continuará relevante esta semana. Alguns fornecedores da Huawei esperam obter uma licença do governo dos EUA para continuar a cooperação com a desgraçada gigante chinesa, a Qualcomm pode estar entre eles.

Fonte da imagem: Counterpoint Research

De acordo com a mídia sul-coreana, a Samsung Electronics e a SK Hynix solicitaram uma licença, antes isso era feito pela American Micron Technology. A probabilidade de a Huawei passar a usar processadores Samsung ao criar smartphones não era considerada seriamente por especialistas anteriormente, uma vez que as empresas são fortes concorrentes no segmento móvel.

Essa ideia foi reavivada na semana passada pela Business Korea, que anunciou o interesse da Qualcomm em trabalhar com a Huawei após a imposição de sanções americanas. A empresa americana, que tinha um relacionamento jurídico difícil com um cliente chinês, agora está fazendo lobby ativamente por uma licença que lhe permitirá fornecer seus componentes para a Huawei. Isso é relatado por fontes sul-coreanas.

De acordo com a Qualcomm, a Huawei poderá obter os componentes de que precisa para fabricar smartphones 5G de empresas fora dos Estados Unidos. MediaTek e Samsung Electronics são mencionados como candidatos. Ambos, como ficou conhecido recentemente, solicitaram as licenças correspondentes. É difícil avaliar as chances de os três fornecedores obterem permissão das autoridades americanas para continuar fazendo negócios com a Huawei, pois, às vésperas das eleições presidenciais nos Estados Unidos, essas questões adquirem conotações políticas excessivas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *