Representantes da TSMC na conferência trimestral expressaram confiança de que a demanda por smartphones caros nem pensa em diminuir, apoiando assim a Apple, mas no mercado chinês, esta última decidiu estimular as vendas oferecendo aos clientes locais descontos na compra do iPhone 13 Pro por um período de quatro dias. Os wearables da Apple também serão oferecidos a preços com desconto durante esse período.

Fonte da imagem: Apple

Como bem observa Bloomberg, para a Apple, o simples fato de oferecer descontos em seus produtos é um raro precedente. Os smartphones da série iPhone 13 Pro serão oferecidos com desconto de US$ 89 de 29 de julho a 1º de agosto, inclusive, para os clientes chineses da Apple que usam um dos sistemas de pagamento locais, como o Alipay. O preço de alguns AirPods e Apple Watches cairá por um tempo. As estatísticas de junho da Apple mostraram um aumento decente nos embarques de produtos da marca para o mercado chinês, mas a decisão de estimulá-lo ainda mais oferecendo descontos sugere que a empresa não está muito confiante no potencial de demanda em um ambiente econômico difícil.

Segundo a Canalys, no segundo trimestre deste ano, os embarques de smartphones no mercado global caíram 9%. Os fabricantes chineses sofreram perdas ainda mais sérias, reduzindo as remessas de smartphones em porcentagens de dois dígitos. Os consumidores japoneses tiveram menos sorte, com a Apple elevando os preços locais este ano devido ao enfraquecimento da moeda nacional japonesa. Ao que tudo indica, os descontos chineses visam reduzir o estoque de produtos acabados da Apple em antecipação ao iminente anúncio de uma nova geração de smartphones, que provavelmente ocorrerá em setembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.