23 de setembro de 2020

Avalanche Notícias

Você conectado com o mundo

Apple reabriu lojas em Pequim, mas com verificações de temperatura dos visitantes

1 min read


Na sexta-feira passada, a Apple reabriu todas as cinco lojas da Apple em Pequim, que foram suspensas devido a um surto de coronavírus na China.

No entanto, todas essas lojas estão operando em um novo modo para limitar a possível propagação de uma doença mortal que matou 1.523 pessoas e o número de casos confirmados de infecção, segundo o serviço de imprensa do Comitê Estadual de Saúde da RPC, atingiu 66.492 pessoas.
Segundo o chefe da CNBC de Pequim, Eunice Yoon, as lojas da Apple estão abertas das 11h às 18h, horário local, enquanto antes estavam abertas 12 horas – das 10h às 22h.

Todas as lojas têm apenas uma entrada. E os compradores medem a temperatura na entrada. Além disso, a Apple limitou o número de visitantes simultaneamente na loja. Outras lojas da Apple na China continental permanecem fechadas.
Uma publicação de recursos da CNBC informou citando o Beijing Daily que todas as pessoas que retornam a Pequim devem ficar em quarentena por 14 dias. Quem se recusar a fazê-lo será punido.
O surto de coronavírus afetou tanto a operação das lojas da empresa americana na China quanto a produção de seus dispositivos. É relatado que a suspensão das fábricas de seu parceiro, Foxconn, afetou não apenas a produção atual dos smartphones iPhone 11, mas também o desenvolvimento do novo modelo do iPhone 12.
.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *