O Google anunciou sua intenção de devolver a seção “Segurança de Dados” à Play Store – ela é gerada automaticamente pela plataforma e lista os privilégios disponíveis para os aplicativos. Anteriormente, a empresa queria deixar esse problema à mercê dos próprios desenvolvedores.

Fonte da imagem: mohamed hassan / pixabay.com

A empresa tomou essa decisão depois de ouvir a opinião do público – ao remover a seção gerada automaticamente, os usuários foram privados da oportunidade de realizar verificações de fatos comparando dados de duas fontes. O Google anunciou sua decisão via Twitter, prometendo que a seção antiga retornará em um futuro próximo, mas a descrição que os desenvolvedores fazem também permanecerá.

A seção Segurança de Dados, anunciada em maio passado, apareceu na Play Store em abril deste ano – a empresa começou a divulgar essas informações seguindo a Apple. Os desenvolvedores foram obrigados a relatar quais dados do usuário são coletados e o que acontece com eles posteriormente: se são transferidos para terceiros, se são armazenados de forma criptografada e se é possível solicitar sua exclusão. O Google admitiu que apenas o próprio desenvolvedor possui essas informações, mas prometeu agir se o relatório fornecido por ele não for confiável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.