O Google abriu a todos o acesso gratuito ao Chrome OS Flex, um sistema operacional leve projetado para ser instalado e executado em computadores mais antigos, incluindo os fabricados pela Apple.

Fonte da imagem: chromeenterprise.google

Os testes do sistema começaram no inverno passado e, até agora, a empresa corrigiu 600 bugs para implantar o Flex em empresas e instituições de ensino. A plataforma é dirigida a organizações onde os antigos computadores baseados em Windows continuam a funcionar: o desenvolvedor testa o sistema em várias configurações da Acer, ASUS, Dell, HP, Lenovo, LG, Toshiba e outros OEMs. O Google também afirma que o sistema pode ser executado em alguns computadores mais antigos da Apple, incluindo modelos de 10 anos.

A principal vantagem do Chrome OS Flex é o suporte para hardware mais antigo: a empresa está confiante de que um sistema operacional moderno pode ser executado em hardware mais antigo. Mais de 400 modelos de computador são oficialmente suportados e a instalação é extremamente simples – você só precisa de uma unidade USB de 8 GB. Você também pode tentar instalar o sistema em um computador que não esteja na lista de certificados – isso pode afetar o desempenho ou a estabilidade.

O Google está direcionando o Chrome OS Flex para empresas e instituições educacionais que desejam modernizar ou simplificar sua infraestrutura de TI, bem como melhorar sua segurança. O desenvolvedor garante que a plataforma está protegida de forma mais eficaz que o Windows: é menos provável que se depare com um dos vírus ransomware que se tornaram um problema sério nos últimos anos.

O novo sistema operacional ainda não tem a capacidade de executar aplicativos Android, e os requisitos do sistema incluem um processador Intel ou AMD, 4 GB de RAM, 16 GB de armazenamento interno e suporte para inicialização a partir de uma unidade flash.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.