A Microsoft corrige o “bug de 2022” que travava os servidores de e-mail do Exchange

A Microsoft deu início a 2022 com flashbacks dos erros de 2000. Devido a um bug no módulo FIP-FS, que protege o e-mail contra spam e softwares maliciosos, em 1º de janeiro de 2022, a operação dos servidores de e-mail do Microsoft Exchange foi interrompida. Agora soube-se que os desenvolvedores lançaram uma correção provisória para resolver esse problema.

Fonte da imagem: computerbild.de

O problema com os servidores de correio surgiu devido ao facto do valor da data actual ser guardado numa variável int32 de 32 bits com um valor máximo de 2 147 483 647. De acordo com a lógica do programa, em 2022 as datas começam com um valor de 2 201 010 001, que é maior do que o máximo permitido. Isso causa uma falha e os e-mails não são entregues aos destinatários pretendidos. O problema afeta o Exchange Server 2016 e o ​​Exchange Server 2019. Não é possível resolver esse problema por conta própria, mas a desativação do verificador FIP-FS restaura a funcionalidade de email, embora aumente os riscos associados ao recebimento de spam e software potencialmente malicioso.

Quanto ao patch lançado, envolve o uso do PowerShell para suspender dois serviços, substituir vários arquivos do módulo antivírus que usam a nova sequência numérica e reiniciar as operações. A correção requer entrada de comando manual e pode ser demorada para implementar em grandes empresas. Segundo relatos, a Microsoft está trabalhando em um patch para distribuição e instalação automática.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *