A Plague Tale: Requiem

Na sequência A Plague Tale: Innocence, os personagens principais – Amicia e Hugo – viajam para o sul em busca de uma vida melhor. No entanto, novas aventuras os aguardam, inclusive as associadas à maldição ancestral de Hugo, que, segundo a profecia, será contida em alguma ilha misteriosa.

Os jogadores serão mais uma vez confrontados com decorações medievais e habilidades sobrenaturais, mas o mais importante, os ratos irão retornar, e haverá ainda mais deles do que antes. Portanto, o jogo não sai nos consoles de última geração – os desenvolvedores querem mostrar nuvens inteiras de roedores em cenas tensas. E para torná-los mais convincentes, os autores estudaram o comportamento de grandes grupos de ratos na vida real e transferiram seus hábitos para o jogo. Portanto, mesmo um único rato pode ser muito perigoso.

O jogo ainda oferecerá combate furtivo e aberto. Como Amicia cresceu e amadureceu desde a primeira parte, seu arsenal se expandiu – agora ela tem acesso a uma besta e novas técnicas. E o trailer acima sugere que ela também pode ter algum tipo de superpoder, assim como Hugo.

⇡#Duna: Guerras das Especiarias

Após a estreia de sucesso do filme “Duna”, o universo de Frank Herbert foi novamente discutido ativamente. Novos jogos baseados em seus livros surgiram no horizonte. O primeiro é Dune: Spice Wars, um jogo de estratégia 4X dos autores de Northgard. O resultado final é simples: lideramos a facção e conquistamos o controle do planeta Arrakis.

O jogo será lançado primeiro no Steam Early Access, então o conteúdo será limitado. Em particular, embora existam quatro personagens disponíveis (bem como facções), no início haverá apenas dois deles – Duque Leto Atreides e Barão Vladimir Harkonnen. Quem quer que você jogue como ornitóptero explorando um planeta deserto, reunindo recursos, descobrindo assentamentos, construindo edifícios e resolvendo problemas com inimigos – os métodos escolhidos terão consequências políticas.

Não funcionará sem um verme da areia gigante, que pode destruir seus soldados e destruir equipamentos para coletar recursos valiosos. O jogador será oferecido para jogar Spice Wars tanto no mapa “oficial”, recriado dos livros, quanto em uma versão do planeta gerada aleatoriamente. Para que o local não seja um deserto enfadonho onde nada está acontecendo, os autores consultaram um geólogo – isso ajudará a tornar as partes individuais do mapa diversas em um sentido visual e de jogo.

⇡#Deus da Guerra: Ragnarok

Na sequência do melhor jogo do The Game Awards de 2018, Kratos e Atreus terão que visitar nove reinos e encontrar aliados lá. De fato, muito em breve uma batalha sangrenta começará e Ragnarok virá, para a qual os exércitos de Asgard estão se preparando com força e força.

Paralelamente, o tema dos pais e filhos, ao qual a primeira parte foi inteiramente dedicada, continuará a desenvolver-se. O Atreu maduro tentará entender qual é seu verdadeiro papel e o que as profecias dizem sobre ele. E Kratos terá que decidir – esquecer o passado e se tornar um verdadeiro pai para Atreus, ou continuar a se preocupar com a possível repetição de velhos erros.

Muito pouco se sabe sobre a jogabilidade. No trailer de estreia, você pode ver algumas inovações como a capacidade de Atreus de convocar criaturas míticas, além de uma espécie de gancho no arsenal de Kratos. Talvez os locais se tornem mais verticais do que na primeira parte? Não se deve contar com um avanço tecnológico, já que o jogo é anunciado, inclusive para PS4, mas esperamos que a jogabilidade da sequela seja diferente de seu antecessor não apenas com novos monstros.

⇡#Homeworld 3

A segunda parte de Homeworld foi lançada em 2003. Desde então, a série está em animação suspensa há muito tempo, até que em 2016 uma prequela chamada Homeworld: Deserts of Kharak apareceu pelo estúdio Blackbird Interactive (fundado pelas mesmas pessoas que lidavam com placas de Homeworld). Agora a equipe está trabalhando em uma terceira parte completa.

Nele, toda a galáxia está mais uma vez em perigo, desta vez devido a um mau funcionamento do portal do hiperespaço. O jogador terá que comandar a frota e lutar contra os oponentes, aos quais de vez em quando são adicionados problemas como tempestades espaciais e campos de asteróides. Uma das inovações de Homeworld 3 – navios gigantes abandonados de uma civilização antiga, que os autores chamam de “arenas tridimensionais para batalhas” – lá você pode organizar uma emboscada e se esconder da perseguição.

Os desenvolvedores prometem uma simulação completa de balística, de forma que abrigos e linhas de fogo terão que receber atenção especial, e após cada missão, vestígios de projéteis acertados permanecerão nos navios da frota. Quando a história principal terminar, um novo modo estará disponível com uma série de desafios de combate aleatórios e recompensas valiosas por completá-los – você pode participar dele sozinho ou em um modo cooperativo. O multiplayer clássico, aliás, não vai a lugar nenhum.

The Legend of Zelda: Breath of the Wild 2

A sequência de Breath of the Wild ainda não tem um nome oficial – como explicam os desenvolvedores, ela contém um spoiler, cuja essência eles não querem revelar tão cedo. Zelda raramente se torna sequências diretas de jogos anteriores, mas, neste caso, de acordo com os autores, eles tinham tantas ideias interessantes sobre adições a Breath of the Wild que criar uma sequência completa foi o passo mais lógico.

Como a Nintendo reluta em compartilhar detalhes, os fãs precisam desmontar alguns trailers por conta própria. Alguém viu uma conexão com os velhos Zelds nas cenas, incluindo a recentemente relançada Skyward Sword – não foi apenas portada para o Switch no ano passado? Alguém estuda os símbolos misteriosos na luva de Link, o que lhe permite controlar o tempo e revertê-lo.

Os fãs também encontraram uma conexão com Ocarina of Time – em algumas fotos, Link tem cabelo comprido e seu rosto não aparece nesses momentos. Talvez o herói tenha de viajar no tempo? Seja como for, a sequência será muito ambiciosa, porque além do Hyrule habitual, temos que ir ao céu e explorar locais nas nuvens. Esperançosamente, Switch pode cuidar de tudo.

⇡#O Senhor dos Anéis: Gollum

A equipe Daedalic Entertainment, que cria missões 2D há mais de dez anos, assumiu um difícil projeto baseado em O Senhor dos Anéis. Contará a história de Gollum, prestando atenção aos detalhes de sua vida, que não foram encontrados em filmes ou livros.

O jogo será um jogo de ação com ênfase na passagem oculta. O franzino lutador Gollum é mais ou menos, então ele terá que contar com agilidade e astúcia, inclusive para evitar ser detectado. Mas será necessário se livrar de alguns inimigos – então, todos os tipos de métodos sofisticados serão usados.

Como nos livros, aqui em Gollum duas personalidades se combinam: um vilão insidioso e um homem bom e prudente. Como você joga e quais decisões você toma afetarão a personalidade do seu personagem – e provavelmente o final. Como os desenvolvedores prometeram, o design dos níveis será aberto, então cada problema pode ser resolvido de várias maneiras – tudo depende da vontade do jogador. Ninguém dirige pela alça, os marcadores não piscam na frente do nariz e a interface é minimalista – gostaria de acreditar que com a imersão na atmosfera haverá uma ordem completa.

⇡#Prince of Persia: The Sands of Time Remake

A Ubisoft não pensava em “Prince of Persia” há mais de dez anos, mas em 2020 de repente lançou um novo jogo sobre ele – Prince of Persia: The Dagger of Time. É verdade que apenas os visitantes de zonas de realidade virtual em centros de entretenimento podem passar por ele. Jogadores comuns ficaram satisfeitos com o anúncio de um remake de Prince of Persia: The Sands of Time. Embora, ao invés, “satisfeito” – o trailer de estreia foi fortemente criticado.

O desenvolvimento é realizado pelas equipes da Ubisoft Pune e da Ubisoft Mumbai – filiais indianas da empresa, que antes eram encarregadas apenas das portas para dispositivos móveis e do Nintendo Switch. Portanto, não há nada de surpreendente no fato de que essas equipes não foram capazes de conquistar um projeto tão sério e responsável de uma só vez – pelo menos visualmente, parece um tanto fraco. O público não aceitou as explicações da Ubisoft sobre a visão do autor, por isso a editora já adiou várias vezes o lançamento e agora não consegue sequer dar uma data aproximada.

A Ubisoft prometeu atualizar o cenário e os modelos dos oponentes, regravar vídeos cinematográficos, melhorar a trilha sonora e a trilha sonora, tornar os controles mais convenientes e melhorar a animação de acrobacias acrobáticas. Também foi planejado “costurar” o antigo Príncipe da Pérsia no remake de 1989, que seria lançado a partir do menu. Desde a última transferência, não houve notícias sobre o projeto – há suspeita de que a Ubisoft mudou o desenvolvimento para uma equipe mais experiente e pelo menos algo de bom virá disso.

⇡#Desprezo

O desenvolvimento do terror atmosférico Scorn começou em 2014, e há uma chance de que seja lançado neste outono. Os jogadores serão transportados para um universo misterioso, onde se encontrarão isolados e explorarão um mundo dividido em regiões conectadas entre si.

Cada área é um labirinto com muitos quartos e recantos. Os autores de Scorn dão grande ênfase à imersão do jogador na atmosfera, para que não haja cutscenes e protetores de tela, e a interação com o mundo seja a mais realista possível – por exemplo, os objetos não são teletransportados para o inventário, o personagem os levanta com as mãos. O mesmo vale para pressionar botões e ativar alavancas.

Conforme você avança, o jogador receberá novas habilidades e armas, mas Scorn não se transformará em um atirador. Devido ao pequeno número de rodadas, você deve estar sempre alerta – às vezes é melhor não se envolver na batalha e se limitar a se esconder e procurar por trás de uma cobertura. Bem, não está completo sem promessas de que as ações do jogador irão de alguma forma influenciar o mundo ao seu redor – quando os locais são desenhados no espírito das obras de Hans Giger, você pode criar muitas metamorfoses interessantes.

⇡#Shadow Warrior 3

Em Shadow Warrior 3, iremos mais uma vez controlar Lo Wang, que, juntamente com Orochi Zilla, terá que apanhar um dragão ancestral, libertado por eles do cativeiro. Esta é a única maneira de evitar o fim do mundo, e para as batalhas com convidados do Reino das Sombras, os heróis (mais precisamente, o herói e o vilão de ontem) voltarão a ser úteis com inúmeras armas e uma fiel katana.

É-nos oferecido uma aventura linear guiada por uma história em um país asiático mítico (infelizmente, desta vez sem uma cooperativa). Eles tentam tornar cada cena rica: há muitos tipos de inimigos, mini-chefes são comuns e o protagonista habilmente alterna entre diferentes estilos e técnicas. Saltos duplos, corrida na parede, corrida aérea, gancho de luta – o conjunto completo.

O Hook Cat, é claro, muda muito a jogabilidade – em particular, os níveis aqui são mais verticais do que nas partes anteriores da série. Assim, você pode chegar aos inimigos nas plataformas superiores de maneiras diferentes. Existem outros usos: com um gancho, você pode rapidamente diminuir a distância entre o herói e o inimigo, expor os pontos fracos do oponente ou até mesmo lançar um barril explosivo na multidão. Finalizar movimentos também parece ser uma ideia interessante – cada oponente deixa para trás uma habilidade que não pode ser obtida de outra forma, e isso adiciona um elemento de tática para batalhas com vários inimigos.

⇡#Sifu

O enredo da história em Sifu é bastante simples: um jovem adepto do kung fu quer sozinho se vingar dos assassinos de sua família. Mas a jogabilidade não é padrão – existem muito poucos jogos de ação em que a ênfase principal é no combate corpo a corpo. Os desenvolvedores foram consultados por um verdadeiro mestre de kung fu que estudou essa arte na China e, graças a ele, mais de 150 técnicas exclusivas foram implementadas no jogo.

Aqueles que jogaram no início do jogo elogiam o sistema de combate e dizem que cada movimento tem peso, e os movimentos fluem lindamente de um para o outro. É aconselhável usar não só os membros, mas também o ambiente: saltar sobre objetos para se proteger de um ataque, agarrar objetos ou empurrá-los sob os pés dos oponentes. Isso terá de ser tratado, uma vez que você não pode construir proteção em alguns blocos – a escala de resistência cada vez menor não permitirá.

A característica mais interessante do Sifu é o envelhecimento gradual do herói após cada luta fracassada. Conforme planejado, com a idade, o protagonista fica mais forte (ou seja, os ataques causam mais danos), mas, ao mesmo tempo, sua reserva de saúde diminui. O processo de envelhecimento também terá um papel na trama – é interessante ver como tudo isso está conectado entre si.

STALKER 2: Coração de Chernobyl

Parece que isso ainda não é um sonho – o STALKER 2 realmente existe e será lançado em abril, e os assinantes do Game Pass geralmente o receberão de graça. Depois de tantos anos, retornaremos à zona de exclusão de Chernobyl, onde terríveis anomalias e mutantes assustadores nos aguardam novamente, assim como perseguidores que buscam artefatos valiosos e não poupam aqueles que se interpõem entre eles e os ganhos.

A segunda parte combinará um atirador com dezenas de armas, terror com gráficos realistas e um simulador envolvente com mecânica de sobrevivência. Os autores prometem uma história não linear com várias opções de desenvolvimento e finais, bem como um mundo aberto e vivo e inteligência artificial avançada. Também está previsto suporte para modificações e, logo após o lançamento, o jogo passará a ter multiplayer, que será adicionado com uma atualização gratuita.

Confuso apenas com o quão relutante GSC compartilha os detalhes. O último trailer do jogo era mais como um vídeo encenado – ou assim parecia para o público. Em vez de postar mais vídeos e capturas de tela, os autores não entendem o quê – por exemplo, eles anunciam o uso da tecnologia blockchain e suporte para NFT, e em questão de horas eles recusam depois de ver a reação da comunidade. Esperamos que tudo corra bem, mas tem cheiro de transferência.

⇡#Starfield

Pela primeira vez em 25 anos, a Bethesda está se preparando para lançar um jogo em um universo totalmente novo. Nos próximos anos, nada de Fallout ou The Elder Scrolls. Em vez disso, viajaremos para um futuro distante, o ano 2330. Em Starfield, a ação se desenvolverá em uma pequena área da Via Láctea, onde estourou uma guerra há vinte anos entre as facções das Colônias Unidas e a Comunidade de Estrelas Livres.

O protagonista, que é membro da organização de pesquisa Constellation, terá que explorar os cantos distantes dos Sistemas de Maestria – é assim que eles chamam a parte do universo estelar onde os eventos do jogo acontecem. Embora as relações entre as facções sejam mais ou menos estáveis, o mundo ainda está cheio de perigos – de piratas espaciais a fanáticos religiosos.

A jogabilidade ainda não foi mostrada – conhecendo a Bethesda, podemos supor que a veremos pela primeira vez alguns meses antes do lançamento, como foi com Fallout 4. Conforme prometido pelo diretor permanente da Bethesda Game Studios, Todd Howard, Starfield será um jogo muito grande – pelo menos diálogos nele até 2,5 vezes mais do que em Skyrim.

⇡#Vira-latas

Em Stray, no papel de um ronronar bigodudo, nos encontraremos em uma cidade cibernética agonizante, da qual temos que escapar e desvendar o antigo mistério deste lugar ao longo do caminho. Parece que foi a última vez que dirigimos um gato de rua arrojado em um Alley Cat de 1983!

Como dizem os autores, a cidade de Stray está repleta de andróides hostis e criaturas perigosas. Portanto, você terá que explorar os locais com cuidado – agilidade, agilidade e sigilo geralmente são as qualidades mais adequadas. O gato não terá que viajar sozinho – ele conhecerá o drone voador B12, que ajudará o quadrúpede a escapar.

Em certo sentido, Stray pode ser chamado de um simulador real da vida de um gato – você pode mergulhar completamente na atmosfera e simplesmente vagar pela cidade, importunando a todos e ouvindo músicos de rua. Além disso, alguns quebra-cabeças são resolvidos ao soltar itens no chão. E, claro, você pode (deve!) Rasgar os sofás.

⇡#Esquadrão Suicida: Mate a Liga da Justiça

Desde 2015, não tínhamos ideia do que o estúdio Rocksteady, conhecido da trilogia Batman: Arkham, estava fazendo. Alguns anos depois, descobriu-se que ela estava trabalhando em um novo jogo de ação e aventura em terceira pessoa, desta vez sobre o Esquadrão Suicida.

Os heróis serão Harley Quinn, Pistoleiro, Capitão Boomerang e o Rei Tubarão. Essa gangue, liderada por Amanda Waller, tem a tarefa de destruir a Liga da Justiça, os maiores super-heróis do universo DC. Assim, os desenvolvedores se despediram de Gotham – agora iremos para Metrópolis, que eles prometem tornar não menos interessante para a pesquisa.

Claro, todos os quatro personagens centrais são jogáveis ​​e diferem em habilidades. Harley usa um morcego em combate corpo a corpo, Deadshot dispara vários canhões enquanto voa em um jetpack, o Capitão Boomerang está armado com uma espingarda e é capaz de se teletransportar, e o Shark King usa uma torre portátil. Você pode passar pela campanha da história sozinho (então a IA controla os parceiros) ou em cooperação com amigos.

⇡#Vampire: The Masquerade – Swansong

Algo está errado com o desenvolvimento de Vampire: The Masquerade – Bloodlines 2, mas os estúdios de terceiros continuam a anunciar e lançar jogos no universo da famosa série. Por exemplo, Swansong dos criadores de The Council é um RPG baseado em uma história com três personagens principais e a capacidade de influenciar seus destinos.

Três vampiros protagonistas servem aos diferentes clãs da Camarilla. A nova princesa da Camarilla busca fortalecer a posição da facção unindo as duas cidades: Boston e Hartford. Isso leva a uma guerra entre as duas comunidades de vampiros, que estão se tornando cada vez mais difíceis de sobreviver.

Os personagens principais serão diferentes uns dos outros nas habilidades dos vampiros – como dizem os autores, esses personagens oferecem três estilos de jogo: intimidação, sedução e furtividade. Em qualquer caso, o jogador terá que usar habilidades sobrenaturais com cautela – os transeuntes casuais não devem descobrir que sua fome não é satisfeita com comida armazenada. Temos certeza de que não há soluções certas em Swansong, então cada jogador escreverá sua própria história.

⇡#Estranho oeste

Rafael Colantonio, cofundador e ex-diretor criativo dos Arkane Studios, deixou a banda em 2017 – tanto por motivos familiares quanto pelo desgaste criativo associado às peculiaridades de trabalhar em grandes sucessos de bilheteria. Ele agora está trabalhando com o ex-produtor Arkane no WolfEye Studios em Weird West – inicialmente previsto para ser lançado em 11 de janeiro, mas adiado para 31 de março no final do ano.

O cenário da ação será o Velho Oeste, onde, além de xerifes e criminosos, vivem criaturas fantásticas. Os autores prometem um mundo sandbox, um playground para diferentes estilos de jogo. Segundo eles, as ações dos jogadores afetarão não apenas os personagens da trama, mas até o ambiente e os locais. Haverá cinco campanhas no total – uma para cada personagem cujos destinos se cruzarão em algum ponto.

Apesar da câmera alta, os desenvolvedores se esforçam para adicionar o máximo possível de elementos do simulador envolvente ao jogo – um gênero que é bem conhecido pelos fãs da criatividade de Arkane. Portanto, haverá muitos sistemas interconectados e qualquer problema pode ser resolvido de várias maneiras. Weird West se tornará uma espécie de plataforma para experimentos com diferentes materiais e elementos – de fogo e água a madeira e metal.

***

Nem todos são lançamentos, mas não nos surpreenderemos se vários projetos dessa lista concorrerem em dezembro ao título de melhor jogo do ano. E quantas coisas ainda não foram anunciadas … Conte-nos sobre o que perdemos e o que você pessoalmente espera nos comentários! Mas primeiro, dê uma olhada nesta edição de Véspera de Ano Novo do GamesBlender, onde cobrimos doze outros jogos futuros.

INSERT BLENDER SOBRE OS JOGOS MAIS ESPERADOS DE 2022 (DE 29-30 DE DEZEMBRO)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.