O Twitter passou com sucesso em uma revisão antitruste pelos reguladores dos EUA, e a compra da rede social por Elon Musk não encontrará nenhum obstáculo das autoridades antitruste do governo, informa a Bloomberg.

Fonte da imagem: Photo Mix / pixabay.com

Esperava-se inicialmente uma decisão positiva sobre essa questão e, para assumir a rede social, a transação ainda precisa ser aprovada pelos acionistas da empresa, além disso, são esperados cheques de outros departamentos. O Sr. Musk, de acordo com a lei dos EUA, teve que notificar a Federal Trade Commission (FTC) e a divisão relevante do Departamento de Justiça dos EUA sobre suas intenções de comprar o Twitter, motivo de uma investigação antitruste.

Ontem à noite, o prazo legal de 30 dias que é alocado para esta inspeção expirou. O fechamento completo da transação levará bastante tempo – pode até se estender por vários meses, pois o empresário continua trabalhando no lado financeiro da questão.

Musk também teve dúvidas de outro departamento sobre a execução de documentos relacionados à transação. Como ficou conhecido recentemente, no início de abril, a Securities and Exchange Commission (SEC) dos EUA enviou uma solicitação a um empresário para descobrir se ele realmente a notificou sobre a compra de uma participação significativa no Twitter no final – um período de 10 dias é alocado para isso por lei – e por que motivo escolheu uma forma de notificação destinada a investidores passivos que auferem rendimentos de ações e não interfiram na gestão das empresas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.