Os advogados de Elon Musk enviaram uma carta ao Delaware Chancery Court, afirmando que o Twitter estava interferindo nos preparativos para o julgamento. O documento é dirigido à juíza Kathleen McCormick, que terá que decidir se Musk pode optar por não comprar a empresa. A parte do empresário também pediu para marcar o início do processo em 17 de outubro.

Fonte da imagem: succo/pixabay.com

Na semana passada, o juiz McCormick decidiu que uma audiência ocorreria em outubro. O lado do Twitter insistiu que os procedimentos comecem o mais rápido possível, já que a especulação que acompanha o conflito é prejudicial para a empresa. Os representantes de Musk, pelo contrário, procuraram garantir que a reunião fosse agendada o mais tarde possível e ainda melhor no próximo ano. O empresário está tentando sair do negócio fornecendo evidências de que o Twitter tem um problema significativo com spambots, sobre o qual a empresa silencia, mas para isso ele precisa de fatos. Ao mesmo tempo, a questão de forçá-lo a comprar a empresa por US$ 44 bilhões será decidida na audiência.

Em sua carta, os advogados de Musk pediram ao juiz que resolvesse três questões que dificultavam os preparativos para a audiência. Em primeiro lugar, trata-se da falta de uma data específica para o início do processo, devido à qual eles não podem concordar com o Twitter em quaisquer termos. A rede social propõe iniciar as audiências em 10 de outubro, e o lado de Musk quer mais uma semana – supostamente será crucial para eles.

Em segundo lugar, o Twitter não fornece os documentos necessários e fáceis de preencher. Em terceiro lugar, a plataforma se recusa a fornecer os “dados brutos” de que o lado de Musk precisa até 1º de agosto – provavelmente se referindo à chamada “mangueira de água” de tweets ou um feed de todas as publicações na rede social.

Antes da audiência, as partes trocam repetidamente documentos legais e enviam várias moções ao juiz, escreve The Verge. E pelo comportamento da Sra. McCormick será possível prever o desfecho do caso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.