Um processador móvel AMD Rembrandt quad-core desconhecido (Ryzen 6000) foi observado no banco de dados de teste sintético Geekbench 5. Vale lembrar que esta série de CPUs é fabricada com a tecnologia de processo de 6 nm, usa a arquitetura Zen 3+ e também possui gráficos on-board baseados na arquitetura RDNA 2. Apenas modelos de oito núcleos e seis núcleos são apresentados oficialmente na série de Rembrandt.

Fonte da imagem: AMD

Uma amostra de engenharia de um Rembrandt quad-core tem uma marcação OPN de 100-000000552-40_Y. Ele suporta oito fluxos virtuais e opera na faixa de frequência de 2,90 a 4,14 GHz. Também é indicado que o processador recebeu 8 MB de cache L3 e 2 MB de cache L2. Como parte do núcleo gráfico integrado marcado GFX1035, existem 3 unidades de computação com 192 processadores de fluxo e a frequência é de 1600 MHz. Lembre-se que nos processadores Rembrandt apresentados, a AMD oferece dois núcleos gráficos – Radeon 680M e Radeon 660M com 12 e 6 unidades de execução.

Fonte da imagem: Geekbench

A AMD lançou pela última vez um processador móvel quad-core como parte da série Barcelo. O Ryzen 3 5425U opera na faixa de frequência de 2,7 a 4,1 GHz e possui seis unidades de gráficos Vega integrados rodando a 1500 MHz.

O quad-core Rembrandt foi testado em uma plataforma móvel HP mt845 equipada com 16 GB de memória DDR5. De acordo com os resultados dos primeiros testes, a novidade acabou sendo mais lenta que o mesmo Ryzen 3 5425U em desempenho single-thread e multi-thread.

Fonte da imagem: Wccftech

O desempenho das três unidades de execução dos gráficos integrados do chip no teste OpenCL acabou sendo ligeiramente inferior ao desempenho de 11 unidades de execução gráfica Vega 11.

Fonte da imagem: Wccftech

Sobre quando a AMD planeja lançar um Rembrandt móvel quad-core e se planeja, nada se sabe ainda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.