A MSI, seguindo a ASUS e a ASRock, anunciou que suas placas-mãe existentes baseadas nos chipsets da série Intel 600 poderão trabalhar com os futuros processadores Core de 13ª geração (Raptor Lake). O suporte para novos chips será adicionado por meio das versões mais recentes do BIOS.

Fonte da imagem: MSI

A ASRock anunciou anteriormente que suas placas baseadas nos chipsets Intel Z690, H670, B660 e H610 receberão suporte para processadores Raptor Lake. A ASUS, por sua vez, tem focado até agora na atualização de modelos baseados no chipset Intel Z690. Estes incluem placas ROG, ROG Strix, ProArt, Prime e TUF Gaming. Se levarmos em conta apenas ASUS e ASRock, pelo menos 69 modelos atuais de placa-mãe com um soquete de processador LGA 1700 devem receber suporte ao Raptor Lake.

A MSI adicionou mais 37 modelos a esta lista. Assim, o total de placas que podem funcionar com os novos processadores Intel é de 106 modelos. A fabricante publicou uma lista de placas baseadas nos chipsets Intel Z690, H670, B660 e H610, que serão os primeiros a receber novas versões de BIOS com suporte para a 13ª geração Intel Core. No futuro, a empresa prometeu expandir essa lista.

Deve-se notar que estamos falando sobre os modelos atuais de placas com base nos quais os processadores Alder Lake estão trabalhando atualmente. É claro que todos os principais fabricantes também apresentarão novas placas-mãe baseadas em chipsets Intel série 700, projetados especificamente para Raptor Lake. Essas placas também serão compatíveis com os atuais processadores Core de 12ª geração.

A estreia da plataforma Raptor Lake está prevista para este outono.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.