A empresa chinesa Innosilicon, como prometido, apresentou uma nova geração de seu próprio processador gráfico Fantasy. Como se viu, o chip Fantasy No.2 acabou sendo ainda mais fraco em termos de características do que as soluções da geração anterior Fantasy No.1, apresentadas pelo fabricante no outono passado.

Fonte da imagem: Innosilicon

De acordo com a Innosilicon, o processador Fantasy No.2 oferece 1,5 teraflops de desempenho FP32. Para comparação, um dos chips da série Fantasy No.1 oferece desempenho de até 5 Tflops. E uma placa de vídeo baseada em duas dessas GPUs oferece desempenho de até 10 Tflops. A fabricante ressalta que a vantagem do Fantasy No.2 não está relacionada ao desempenho, mas sim ao seu consumo de energia. O TDP das GPUs Fantasy No.2 pode variar de 4W a 15W. Os chips Fantasy No.1 têm uma faixa de consumo de energia de 20-50W.

A desenvolvedora chinesa de soluções gráficas anunciou apenas as características técnicas do chip Fantasy No.2, sem anunciar uma placa de vídeo baseada nele. Segundo a Innosilicon, o Fantasy No.2 poderá funcionar como parte de soluções que não requerem resfriamento ativo, o que pode ser útil, por exemplo, para sistemas embarcados.

A GPU suporta memória LPDDR5X/5/4X/4 de 2 GB, 4 GB e 8 GB que oferece até 10 Gb/s por pino e até 102 GB/s de largura de banda total. O chip afirma suportar a interface PCIe 3.0 x8. As soluções baseadas nele podem oferecer até dois conectores HDMI 2.0, um DisplayPort e eDP1.4, um VGA e um LVDS.

A empresa também lista 12,5 TOPS de desempenho de inferência (INT8) e uma taxa de preenchimento de 48 Gpix/s para o chip, que é significativamente menor do que os chips Fantasy No.1.

Características das placas de vídeo baseadas nos processadores Innosilicon Fantasy No.1. Fonte da imagem: VideoCardz

O processador gráfico Fantasy No.2 foi projetado para uso em placas de vídeo desktop e móveis, bem como em sistemas embarcados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.