Dyson exibiu vários protótipos de robôs que eventualmente evoluirão para máquinas de ajuda doméstica cotidiana e anunciou planos de contratar várias centenas de engenheiros nos próximos cinco anos para trabalhar no projeto.

Fonte da imagem: dyson.co.uk

Segundo o Guardian, o primeiro modelo de produção de um robô doméstico Dyson entrará no mercado aproximadamente em 2030 – a empresa descreve a máquina como “um dispositivo autônomo para fazer tarefas domésticas e outras tarefas”. Os protótipos apresentados demonstram as conquistas do fabricante em tecnologia de motricidade fina de manipuladores: membros robóticos retiram pratos da secadora, aspiram móveis e recolhem brinquedos infantis.

A empresa, mais conhecida por seus aspiradores e secadores de cabelo, vem destacando seu crescente interesse pela tecnologia de inteligência artificial nos últimos anos, e seu novo direcionamento estratégico será marcado pela “maior campanha de recrutamento de sua história”. Atualmente, existem 250 vagas abertas para profissionais com experiência em “visão computacional, aprendizado de máquina, sensores e mecatrônica”. Nos próximos 5 anos, a empresa vai contratar mais 700 especialistas e, só neste ano, seu quadro de funcionários aumentou em 2.000 pessoas.

O desenvolvimento de novas tecnologias será realizado em uma nova instalação – a empresa iniciou a construção do maior centro de pesquisa em robótica do Reino Unido em Hullavington Airfield, não muito longe do centro de design existente em Malmesbury (Wiltshire). A instalação havia planejado anteriormente desenvolver um veículo elétrico Dyson, mas o projeto foi cancelado em 2019. Os trabalhos também serão realizados no laboratório de Londres e em Cingapura, onde a empresa está sediada.

A Dyson há muito decidiu apostar na robótica: em 2020, a empresa anunciou planos de investir US$ 3,45 bilhões nessa área junto com novas tecnologias de motores e algoritmos de aprendizado de máquina. Este ano, a empresa gastará US$ 750 milhões desse orçamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.