sex. jul 3rd, 2020

Avalanche Notícias

Você conectado com o mundo

Cientistas coreanos aprendem a extrair átomos de ouro do lixo eletrônico

2 min. de leitura

O problema da reciclagem do lixo eletrônico permanece o mesmo relevante e ainda não foi resolvido. Não é nem uma questão de destruição. É imperativo aprender como extrair efetivamente metais raros e preciosos de cavacos, placas e dispositivos para reutilização. A solução pode ser a criação de reagentes de nova geração.

O polímero COP-180 coleta ouro de uma solução (Yeongran Hong)

De acordo com o site da Ars Technica, uma equipe de cientistas do Instituto Avançado de Ciência e Tecnologia da Coréia (KAIST) desenvolveu um polímero que pode prender eficientemente átomos de metal em solução. Um composto orgânico chamado porfirina é uma substância com muitos poros minúsculos que servem como armadilhas de energia para os átomos em toda uma lista de metais raros e preciosos.

Para capturar átomos de metais valiosos de detritos eletrônicos, as placas de circuito impresso e os componentes eletrônicos se dissolvem em ácido, após o que o polímero é adicionado à solução. O ouro acabou sendo o mais suscetível ao polímero, sendo absorvido pelos poros da substância 10 vezes mais forte que outros metais, como a platina.

Demora cerca de 30 minutos para extrair ouro da solução. Durante esse período, 99% do ouro dissolvido na mistura é recuperado. Dessa forma, até 94% do ouro pode ser extraído das placas de circuito impresso, o que foi comprovado teoricamente e depois confirmado experimentalmente. O que é importante, o polímero pode ser usado repetidamente depois de retornar o ouro coletado em outra reação com o ácido.

Химические элементы, наиболее чувствительные к поглощению полимером (Yeongran Hong)

Elementos químicos mais sensíveis à absorção de polímeros (Yeongran Hong)

Esses processos de reciclagem de lixo eletrônico parecem economicamente viáveis ​​do que os processos de fundição de lixo. Segundo os desenvolvedores, um grama de polímero custa US $ 5, mas permite extrair ouro por US $ 64. E com o uso repetido, o custo de produção diminuirá e diminuirá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *