sex. ago 14th, 2020

Avalanche Notícias

Você conectado com o mundo

A Apple não poderá devolver todos os funcionários aos escritórios nos EUA antes do final do ano

2 min read

A situação com a pandemia de coronavírus nos Estados Unidos é tal que a Apple teve que fechar novamente um terço das 271 lojas da empresa localizadas no país. A empresa duvida de que será capaz de devolver todo o pessoal americano a empregos este ano.

Fonte da imagem: Bloomberg

Os funcionários da loja fechada são incentivados a mudar para o aconselhamento on-line para clientes que usam a loja on-line da Apple. É relatado pela Bloomberg com referência a uma mensagem de vídeo distribuída entre os funcionários da corporação pelo vice-presidente sênior de varejo e recursos humanos da Apple, Deirdre O’Brian (Deirdre O’Brian).

Ao mesmo tempo, a gerência da Apple informou os funcionários sobre a possibilidade de passar nos testes da COVID-19 em casa. Para aqueles que, devido às especificidades de seu trabalho, tiveram que retornar aos escritórios da Apple a partir de meados de junho, a empresa organizou testes de campo diretamente no local de trabalho. De acordo com Deirdre O’Brien, toda a equipe da Apple nas Américas não poderá alcançar seus empregos até o final do ano.

A situação em outras regiões da presença da Apple recebe uma avaliação mais favorável. Nos próximos meses, os funcionários dos escritórios da empresa na Europa e nos países da região Ásia-Pacífico devem retornar ao trabalho com força total, mas sujeitos a uma situação epidemiológica favorável. As medidas adotadas pelas lojas da Apple para proteger contra a propagação da infecção por coronavírus são consideradas pela administração da empresa como suficientes e eficazes. Os visitantes são obrigados a usar máscaras, passar por controle termométrico e manter distância social.

Outra inovação da Apple está associada a uma tentativa de resolver o problema de identificar funcionários que continuam trabalhando nas lojas em condições em que os rostos dos funcionários estão mascarados. Cada assistente de vendas a partir do final deste mês poderá obter um crachá com um avatar individual, que ele costumava usar nos aplicativos da Apple. Isso ajudará os compradores a distinguir os vendedores, não apenas pelo nome. A mudança na atividade de comércio on-line exige que a Apple aumente o número de consultores no serviço de suporte ao cliente, para que os funcionários que são forçados a ficar em casa possam tentar esse papel, mesmo que não estivessem conectados às vendas no varejo antes da pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *