Meta*, em colaboração com o projeto de aprendizagem digital francês Simplon, ensinará os alunos da “Metaverse Academy” no novo ano letivo. O projeto prevê a formação de especialistas para participar da criação de uma nova realidade.

Fonte da imagem: UK Black Tech/unsplash.com

A meta da nova escola, no primeiro ano de funcionamento, é formar gratuitamente cerca de 100 alunos como desenvolvedores de novas tecnologias avançadas, além de pessoal técnico auxiliar. O conceito de metaverso prevê a fusão real dos mundos virtual e real com a ajuda de meios técnicos, mas na verdade não há especialistas prontos para trabalhar com projetos de tal complexidade.

De acordo com um porta-voz do Simplon, estamos falando de treinamentos presenciais relacionados a projetos em que o foco principal será em mundos 3D e interação em universos virtuais. O treinamento acontecerá em Paris, assim como em outras cidades, incluindo Lyon, Marselha e Nice, a cada ano 20 especialistas serão treinados em cada cidade.

Em outubro de 2021, a Meta* anunciou que, para criar um metaverso, pretende criar 10 mil empregos na Europa em 5 anos, esta é uma prioridade estratégica para a gigante da tecnologia. O objetivo é baseado nas previsões de especialistas que preveem que, no futuro, habilidades em trabalhar com o metaverso serão incluídas nos requisitos para candidatos a cargos em diversas áreas.

Meta* e Simplon afirmam que 80% das profissões que existirão em 2030 ainda não foram inventadas – elas exigem o desenvolvimento de novos programas de treinamento.

* Está incluído na lista de associações públicas e organizações religiosas em relação às quais o tribunal tomou uma decisão final para liquidar ou proibir atividades com base na Lei Federal nº 114-FZ de 25 de julho de 2002 “Sobre o combate ao extremismo atividade”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.