Os óculos Ray-Ban Stories AR, que a fabricante de óculos desenvolveu e lançou com a Meta*, receberam novos recursos. Uma das principais será a capacidade de ler e enviar mensagens usando o mensageiro do WhatsApp.

Fonte: Ray Ban

Graças ao suporte do mensageiro, os óculos poderão fazer chamadas de voz, enviar mensagens de texto e também ler mensagens em voz alta. A adição do suporte ao WhatsApp complementa a compatibilidade existente com o Facebook* Messenger. De acordo com o CEO da Meta*, Mark Zuckerberg, os usuários em breve poderão responder diretamente às mensagens do WhatsApp e do Messenger usando comandos de voz.

De acordo com o portal TechCrunch, para ativar a função, bastará ditar “Ei Facebook*, mande uma mensagem…” ou “Ei Facebook*, ligue…”. No futuro, adicionaremos a capacidade de responder a uma mensagem específica ditando “Ei, Facebook*, responda”.

Os novos recursos, cujas informações vazaram parcialmente para a Web em abril, marcam o avanço do Meta* em linha com a política de expansão dos serviços relacionados à realidade aumentada e virtual. Além disso, esta é uma espécie de “link intermediário” a caminho da estreia dos óculos Meta* AR que foram adiados até agora. A empresa está tentando fornecer o máximo de recursos com o hardware já disponível. É claro que o Stories mantém sua função principal: tirar fotos e vídeos para compartilhar em redes sociais como o Facebook*.

Até agora, nem todos os usuários do WhatsApp poderão aproveitar os novos recursos – o Stories está disponível nos EUA, Canadá, Reino Unido, Irlanda, Áustria, Bélgica, França, Itália, Espanha e Austrália – enquanto eles, por exemplo, têm não foi à venda oficial nos grandes mercados da Índia e do Brasil. A atualização estará disponível para o aplicativo Facebook* View iOS e Android nos próximos dias, e as atualizações serão lançadas em etapas em todas as regiões.

* Está incluído na lista de associações públicas e organizações religiosas em relação às quais o tribunal tomou uma decisão final para liquidar ou proibir atividades com base na Lei Federal nº 114-FZ de 25 de julho de 2002 “Sobre o combate ao extremismo atividade”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.