A gigante chinesa da Internet Tencent anunciou a conclusão de um grande projeto com duração de quase 4 anos, que incluiu a migração de vários de seus aplicativos clientes para sua própria nuvem. Entre eles estão o mensageiro WeChat, rede social QQ, jogos, serviço de vídeo Tencent Video, etc. Cada serviço tem um grande número de usuários – dezenas ou até centenas de milhões.

Fonte: Tencent/QQ

Para cada serviço, a empresa teria capacidade ociosa em caso de picos de carga. No entanto, a infraestrutura era heterogênea, o que não permitia um uso mais eficiente. A Tencent disse que mover 50 milhões de cargas de trabalho principais para a nuvem já economizou mais de US$ 446 milhões. Além disso, a empresa conseguiu economizar ainda mais graças ao design inteligente de seus próprios servidores (StarLake), que são quase um terço mais eficientes do que as soluções padrão.

Fonte: Tencent/QQ

A taxa de utilização da nova infraestrutura é de 50%. Após a mudança, a taxa de transferência aumentou 7,6 vezes e a proteção contra DDoS foi significativamente melhorada. O post da Tencent não menciona a pilha de software da nova plataforma, mas a gigante chinesa é conhecida por ser uma das maiores usuárias do OpenStack do mundo. Acredita-se que foi a presença de tais soluções de código aberto que permitiu que os gigantes chineses da nuvem escalassem com rapidez e sucesso.

Fonte: Tencent/QQ

Os hiperescaladores geralmente lançam todos os novos projetos em sua própria plataforma de nuvem, mas uma parte significativa dos serviços antigos ainda depende muito de infraestrutura independente, como no caso do YouTube ou da pesquisa do Google. Alguns recursos já foram portados para o Google Cloud Platform, mas não todos. A Microsoft vem migrando todos os seus serviços para o Azure há vários anos, e apenas a Amazon parece ser a mais avançada na migração de tudo e tudo para a nuvem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.