Os serviços de streaming de música ganharam muita popularidade nos últimos anos, mas os acontecimentos dos últimos meses mostraram que o acesso a eles pode desaparecer a qualquer momento, mesmo em um país muito grande. O portal Android Authority entrevistou mais de 10 mil usuários – descobriu-se que a maioria deles ainda prefere armazenar suas faixas favoritas na memória de seus smartphones.

Fonte da imagem: Elice Moore/unsplash.com

O surgimento de serviços que fornecem acesso ao streaming de música, à primeira vista, eliminou a necessidade de preencher a memória dos smartphones com gigabytes de faixas. No entanto, cidadãos mais clarividentes preferem armazenar pelo menos suas músicas favoritas na ROM do smartphone.

Cerca de 11 mil pessoas votaram durante a enquete. Quase 70% dos entrevistados optam por armazenar gravações de áudio na mídia local. Muitos usuários observaram em comentários adicionais que preferem ter todas as suas faixas favoritas na memória do smartphone, outros enfatizaram que armazenam apenas músicas que não estão disponíveis em sites populares de streaming. Alguns notaram especificamente a possibilidade de falta de Internet em determinados locais, o que torna impossível ouvir música lá.

Fonte da imagem: Autoridade Android

Ao mesmo tempo, 30,31% dos entrevistados disseram que não armazenam música na memória dos smartphones. Na opinião deles, os serviços de streaming oferecem acesso barato às faixas, em alguns casos, a tarifa também inclui a possibilidade de download para audição offline. Outros apontaram que a natureza baseada em nuvem desses serviços não permitirá que você perca suas músicas favoritas se perder seu smartphone.

Embora o número de entrevistados não seja grande o suficiente para tirar conclusões em escala global ou mesmo regional, os resultados são bastante interessantes – a filosofia de uma transição total para serviços em nuvem ainda não recebeu uma esmagadora maioria de adeptos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.