Investidores da Quinbrook Infrastructure Partners receberam aprovação para construir um campus de data center de 800 MW em Queensland, Austrália. De acordo com o portal Datacenter Dynamics, espera-se que o site Supernode (30 hectares) acomode não só o centro de processamento de dados, mas também o armazenamento de energia (BESS) com capacidade de 2 GWh. Para efeito de comparação, um projeto anterior de um dos maiores data centers do mundo envolveu o uso de um Tesla MegaPack com capacidade de “apenas” 240 MWh.

Com todas as aprovações necessárias, a Quinbrook já lançou uma campanha de marketing para atrair clientes. O projeto custará aproximadamente US$ 1,7 bilhão (AU$ 2,5 bilhões). A Quinbrook é especializada em investimentos em projetos de infraestrutura relacionados a fontes de energia renovável. Nos EUA, a empresa está em parceria com a Birch Infrastructure para lançar o projeto Rowan Green Data, uma joint venture para construir data centers movidos a energia verde.

Imagem: Parceiros de Infraestrutura Quinbrook

O campus foi projetado para quatro data centers em nível de hiperescala e será conectado ao FOCL Japão-Guam-Austrália (JGA). Em 2025, outro cabo aparecerá nas proximidades, ligando Nova Zelândia, Austrália, Indonésia, Cingapura e Estados Unidos. A capacidade de nuvem será alimentada por três linhas separadas de 800 MW. A instalação de armazenamento de energia de 700-800 MW, como muitos projetos desse tipo, fornecerá energia à rede elétrica local sob demanda. A construção deve começar já em meados do próximo ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.