Um estudo realizado pela Kaspersky Lab sugere que no quarto trimestre de 2021, o número de ataques DDoS aumentou 52% em relação ao trimestre anterior e mais de 4,5 vezes em relação ao último trimestre de 2020. Esse crescimento rápido é em parte devido a fatores sazonais.

Outubro foi responsável por 16% do número total de ataques DDoS no trimestre, novembro por 46% e dezembro por 38%. A maioria dos ataques no quarto trimestre foi realizada em recursos localizados nos Estados Unidos: aproximadamente 43,55% do total. Em segundo lugar está a China com 9,96%. Hong Kong fecha os três primeiros com uma participação de 8,80%. A distribuição geográfica de alvos únicos é semelhante à distribuição de ataques individuais. A maioria dos alvos estava localizada nos Estados Unidos – 44,54%. A segunda e terceira linhas são ocupadas por Hong Kong (9,07%) e China (8,12%), respectivamente.

Fonte da imagem: pixabay.com / Mmh30

No quarto trimestre houve um aumento na participação de ataques DDoS muito curtos (menos de quatro horas), que representaram 94,29% do total, e uma diminuição significativa no número de ataques de longo prazo – apenas 0,02% dos ataques duraram mais mais de 100 horas. Note-se que a inundação de UDP saiu no topo no último trimestre – mais de metade dos ataques foram realizados desta forma. A parcela de inundação de TCP aumentou notavelmente (30,75%), enquanto a parcela de inundação de SYN diminuiu mais de três vezes (16,29%). Outros 1,33% representaram inundação de HTTP, cerca de 1,32% – para inundação de GRE.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.