A operadora de correio, correio e outros serviços de logística dos EUA, a FedEx, planeja fechar seus data centers e desativar todos os mainframes restantes em dois anos.

Falando em um evento para investidores da FedEx, o CIO da FedEx, Rob Carter, disse que a empresa está comprometida em construir um ambiente de “zero datacenter, zero mainframe” totalmente baseado em nuvem. Isso economizará US$ 400 milhões por ano.

Fonte da imagem: FedEx

«Mudamos para a nuvem, estamos nos afastando de aplicativos monolíticos um por um, estamos migrando para um data center zero, para um ambiente não mainframe que é mais flexível, seguro e econômico”, disse ele, acrescentando que mover os aplicativos restantes para a nuvem permitirá flexibilidade, implantação e uso no mercado e nos negócios.

A FedEx é cliente do Oracle Cloud e do Microsoft Azure. A empresa inaugurou seu primeiro data center local, localizado em Colorado Springs (Colorado) em 2008, e em 2011 ampliou sua área para 15,4 mil m2. Em 2008, a empresa comprou mais de 70 acres (28,3 hectares) de terra em Nashville, Tennessee, presumivelmente para a construção de um data center, mas não está claro se esse projeto foi realizado.

Em 2019, a FedEx anunciou que havia firmado um contrato de 10 anos com a Switch Inc. para fornecer serviços de data center à FedEx no oeste dos Estados Unidos. Sob o acordo, a Switch fornecerá 2,5 MW de capacidade de data center no primeiro ano, crescendo para 8 MW no último ano do contrato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.