21 de abril de 2021

Avalanche Notícias

Você conectado com o mundo

O supercomputador Zhores da Skoltech ajudou a calcular os principais fatores para aumentar os rendimentos, mesmo com dados incompletos

2 min read

Os pesquisadores da Skoltech, sem um conjunto completo de dados sobre solos e práticas agrícolas na região da Terra Negra, conseguiram calcular os principais fatores para aumentar a produtividade. O supercomputador Zhores, implantado na Skoltech há dois anos, ajudou-os nisso. O algoritmo proposto promete otimizar o cultivo de culturas, mesmo com base em dados limitados sobre atividades agrícolas em uma determinada região.

Em seus cálculos, os cientistas usaram dados de observações experimentais da rotação sazonal de culturas de beterraba (Beta vulgaris subsp.vulgaris), cevada de primavera (Hordeum vulgare) e soja (Glycine max) na região da Terra Negra no período de 2011 a 2017. Com base nesses dados e na análise de seis parâmetros básicos do solo, o modelo digital MONICA foi calibrado para calcular a produtividade.

Na verdade, os cientistas só tinham informações sobre as safras e provavelmente informações meteorológicas. O que e como está acontecendo no solo: o volume de fertilização, modos de processamento, e assim por diante – este é um segredo por trás dos sete selos, embora para a previsão correta dos rendimentos, os modelos digitais devem ser calibrados, inclusive com base no estado do solo. No entanto, a experiência superou as expectativas e os cientistas não só foram capazes de entender o que e como afeta o rendimento em combinação com muitos fatores, mas também executar o processo de simulação a uma intensidade de meio milhão de ciclos por hora em vez de um ciclo computacional por dia, como era antes.

«

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *