27 de setembro de 2020

Avalanche Notícias

Você conectado com o mundo

Shuhei Yoshida ajudou os desenvolvedores de Ghost of Tsushima a decidir jogar em um ambiente japonês

2 min read

O co-fundador da Sucker Punch Productions, Brian Fleming, falou no PAX Online sobre como o estúdio decidiu criar um jogo em um ambiente japonês – Ghost of Tsushima.

Por ocasião do lançamento de Ghost of Tsushima, Fleming admitiu que os desenvolvedores rapidamente decidiram que o próximo projeto de estúdio depois de inFamous: Second Son seria um jogo de ação de mundo aberto, mas eles não decidiram imediatamente sobre a comitiva.

Quando a escolha recaiu sobre o Japão feudal, a equipe duvidou que pudesse mostrar a região de forma adequada, por ser estrangeira: “Não sabíamos se conseguiríamos fazer isso e, mais importante, convencer a Sony Japão de nossa capacidade.”

A Sucker Punch Productions decidiu tentar conquistar o então presidente da SIE Worldwide Studios, Shuhei Yoshida. O líder não apenas apoiou o estúdio, mas também deu conselhos valiosos à equipe.

«Você não vai esconder de ninguém que o jogo foi criado por uma equipe ocidental, mas você pode se cercar de recursos – internos e externos – para fazer [trabalhar] bem. Seu trabalho não é fingir ser outra pessoa. Seja a melhor versão de você mesmo “, disse Yoshida aos desenvolvedores na época.

Como resultado, Ghost of Tsushima não só não foi rejeitado no Japão, mas quase imediatamente esgotado e recebeu ótimas críticas: em particular, o jogo foi elogiado pelo diretor de Yakuza: Like a Dragon Toshihiro Nagoshi.

No cenário mundial, Ghost of Tsushima também não sofre com a falta de popularidade: em três dias desde o lançamento, as vendas do PS4 exclusivo de samurai ultrapassaram 2,4 milhões de cópias – este é um recorde para jogos da Sony em nova propriedade intelectual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *