25 de outubro de 2020

Avalanche Notícias

Você conectado com o mundo

Larian Studios falou sobre o teste do Baldur’s Gate 3 – o estúdio usou um bot para encontrar bugs

1 min read

Os desenvolvedores do Baldur’s Gate 3 falaram sobre os métodos de teste do jogo. Antes de o jogo chegar às mãos dos usuários, Larian Studios usava um bot de teste chamado “Super Gamer”. Ele verifica cada nova construção para encontrar vulnerabilidades. Escreve sobre este polígono.

O bot foi criado pela primeira vez enquanto trabalhava em Divinity: Original Sin. Ele foi usado para testar o desempenho e encontrar as principais falhas. Agora as possibilidades do “Super Gamer” se expandiram – ele pode testar vários assemblies ao mesmo tempo, verificar diálogos, procurar erros na interface e muito mais. Isso ajuda a reduzir a quantidade de tempo que os testadores passam jogando.

O estúdio afirma que o envolvimento humano ainda é insubstituível, mas se o Super Gamer encontrar grandes bugs na construção do jogo, ele não cairá nas mãos do usuário até que sejam corrigidos.

Baldur’s Gate 3 entrou em acesso antecipado em 6 de outubro. Segundo o Steam, poucas horas após o início das vendas, o número de usuários no jogo ultrapassava 74 mil pessoas. O CEO da Larian Studios, Swen Vincke, classificou o início do jogo como louco. Em comparação, o lançamento de Divinity: Original Sin 2 em 2016 foi seguido por 2.000 jogadores simultâneos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *