30 de setembro de 2020

Avalanche Notícias

Você conectado com o mundo

Jesus, armas de fogo e gente planta: Devs amnésia falam sobre ideias não realizadas para o primeiro jogo

2 min read

O estúdio independente sueco Frictional Games, por ocasião do 10º aniversário de Amnesia: The Dark Descent, em seu microblog compartilhou fatos pouco conhecidos sobre o desenvolvimento de seu popular terror.

Inicialmente, Amnesia: The Dark Descent se chamava Horror Cabinet e era inspirado nos filmes “Jogos Mortais” e “Albergue”: os acontecimentos dessa versão do jogo se desenrolariam no mundo moderno.

That Amnesia: The Dark Descent que os jogadores conhecem e amam (temem) foi influenciada pelas obras literárias de Bram Stoker (Drácula), Howard Lovecraft (O Cachorro) e Karl Zimmer (Soul of Flesh), bem como pelos filmes de Tim Burton (Tim Burton).

Inicialmente, os monstros em Amnesia: TDD deveriam ser híbridos planta-humanos nojentos.

Algumas ideias foram:
– Cara de peixe
– Bruto sem cabeça
– Bebê-planta vomitando
– Flower-man # Amnesia10Years pic.twitter.com/LAEX1mERq4

Além disso, os desenvolvedores falaram sobre ideias que nunca foram implementadas na versão final de Amnesia: The Dark Descent. Por exemplo, mais dois locais deveriam aparecer no jogo (uma estufa e um salão de seção), inimigos-plantas e pessoas-peixes.

A Frictional Games também esperava, entre outras coisas, adicionar uma pistola de pederneira e bombas para explodir paredes à jogabilidade de The Dark Descent, e Jesus, Nicolas Flamel, Geber e o Conde Saint-Germain na trama.

Amnesia: The Dark Descent conta a história de um Daniel de memória perdida, que acorda em um castelo deserto. O herói terá que revelar os segredos do passado e sobreviver em confrontos com monstros de pesadelo.

O lançamento de Amnesia: The Dark Descent ocorreu em 8 de setembro de 2010 no PC e, posteriormente, o terror apareceu no PS4, Xbox One e Nintendo Switch. A Frictional Games está atualmente trabalhando em uma sequência indireta do jogo, Amnesia: Rebirth.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *