O estúdio polonês CD Projekt RED revelou Gwent: Rogue Mage via IGN, a primeira expansão single-player para seu jogo de cartas colecionáveis ​​Gwent.

Fonte da imagem: CD Project RED

Gwent: Rogue Mage, anteriormente codinome Project Golden Nekker, é um roguelike de cartão de jogador único. O jogo será vendido separadamente de sua contraparte multiplayer, mas manterá sua mecânica principal.

Os elementos roguelike se resumem à estrutura de uma aventura: o jogador avança por uma rota escolhida no mapa até derrotar o chefe final ou ser derrotado ao longo do caminho. Levará mais de 30 horas para coletar tudo e todos.

O enredo de Rogue Mage não faz parte do cânone oficial de The Witcher

Os eventos de Gwent: Rogue Mage se desenrolarão centenas de anos antes do nascimento de Geralt, o protagonista dos jogos The Witcher. Os usuários terão o papel do mágico Alzur, que está tentando criar o primeiro bruxo.

Movendo-se pelo mapa gerado processualmente, os jogadores se envolverão em batalhas de cartas, enfrentarão dilemas morais, interagirão com Locais de Poder e outros locais para expandir seu baralho.

Entre outras coisas, Gwent: Rogue Mage promete dezenas de modificadores de dificuldade, uma ampla gama de conquistas para desbloquear, modo offline e recursos online (placas de classificação, salvamentos entre plataformas).

O lançamento de Gwent: Rogue Mage acontecerá amanhã, 7 de julho, no PC, iOS e Android. A edição base do jogo custará US$ 10, enquanto a edição estendida (com skins e conjuntos de cartas adicionais) custará o dobro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.