Meta engenheiros treinaram inteligência artificial para animar desenhos infantis

Os engenheiros do laboratório de IA da Meta desenvolveram uma plataforma que anima os desenhos das crianças. O sistema analisa a imagem, cria seu “esqueleto” primitivo e o faz se mover de maneira bastante confiável. Este não é apenas um protótipo de laboratório – qualquer pai pode usá-lo.

Fonte da imagem: about.fb.com

Os autores do projeto observam que a criatividade das crianças é única: para descobrir quem é mostrado na imagem, um adulto precisa começar a pensar um pouco diferente. Para pais ou professores, esta não é uma tarefa tão difícil, mas a inteligência artificial claramente não consegue lidar com ela – é quase desprovida de pensamento abstrato. Embora isso não seja um obstáculo para a criação de animação.

O novo sistema, desenvolvido por Metaengenheiros, aceita qualquer desenho de uma criatura antropomórfica como entrada: um par de braços, um par de pernas, uma cabeça e um torso. Basta digitalizar ou fotografar a imagem, e depois fazer o upload para o sistema na página do projeto, se necessário, corrigir como a inteligência artificial reconheceu os detalhes do desenho, e obter o resultado. Existem vários esquemas de animação classificados por tipo para escolher, e o resultado pode ser salvo para compartilhar com amigos ou família. Ao carregar, o sistema também pede permissão para usar este desenho para posterior treinamento de inteligência artificial.

Na etapa inicial do trabalho, a plataforma isola a figura dos objetos de fundo do desenho, destacando sua silhueta e permitindo corrigir sua máscara, ou seja, contornos, com ferramentas simples: um lápis e uma borracha de espessura variável. Em seguida, o “esqueleto” da figura é determinado automaticamente – a estrutura dos membros e articulações, com base na qual a animação é posteriormente construída. Depois disso, o resultado do algoritmo é mostrado na tela, e o usuário pode selecionar qualquer um dos esquemas de animação disponíveis.

Os autores afirmam que este projeto para eles é o próximo passo para a criação de inteligência artificial capaz de ver o mundo como uma pessoa. No ano que vem, os criadores do sistema vão falar mais sobre ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *