A Rajesh Exports, uma empresa de comércio de ouro e joias, está investindo US$ 3 bilhões para construir a primeira fábrica de displays da Índia em Telangana, no sul do país. Isso é relatado pela agência de notícias Reuters, citando uma declaração das autoridades locais.

Fonte da imagem: Pixabay

«O que até agora só foi possível no Japão, Coréia e Taiwan agora acontecerá em Telangana”, disse o ministro da Indústria do Estado, KT Rama Rao.

As autoridades indianas, como os governos de vários outros países, subsidiam ativamente a construção de fábricas para a produção de produtos semicondutores, displays e outros eletrônicos. Ele ocorre em meio a uma contínua escassez global de chips que afetou as indústrias automotiva e eletrônica e destacou a dependência mundial de alguns grandes fornecedores, como Taiwan.

A Rajesh Exports também está buscando assistência governamental do programa do primeiro-ministro indiano Narendra Modi para incentivar as empresas a estabelecer fábricas de semicondutores e telas no país. A Índia alocou US$ 10 bilhões para o desenvolvimento desta indústria, notando-se que a Rajesh Exports não tem experiência na produção de eletrônicos. O financiamento para a construção da fábrica de displays será feito através da divisão Elest, que foi criada para diversificar a produção e desenvolver direcionamentos relacionados à criação de displays e veículos elétricos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.