O crescimento da demanda por fones de ouvido Oculus VR obrigou o Facebook a aumentar sua produção em 1,5 vezes

yjfjztkxmwfkodnmmgu0mgm5y2flmguyy2i5n2niy2fjnzm2ztg3nmviyjuyyja4zgy0ntdln2vjndhhoty1yg-9068437

Segundo a TrendForce, o Facebook detém 35% do mercado de dispositivos de realidade virtual, com exceção das opções móveis usando smartphones. Segundo fontes da rede, a demanda por fones de realidade virtual devido à pandemia aumentou significativamente, e os produtos Oculus serão lançados pelo menos uma vez e meia este ano que no ano passado.

Fonte da imagem: AP

Como os consoles de jogos, os dispositivos de realidade virtual são muito procurados em condições de auto-isolamento, pois ajudam a reduzir o grau de fragmentação das pessoas e dão a impressão de uma visita virtual a novos lugares. O Nikkei Asian Review, citando suas próprias fontes, relata que somente no segundo semestre deste ano serão lançados cerca de 2 milhões de dispositivos Oculus, e isso é uma vez e meia mais do que o programa de produção do Facebook no ano passado.

No primeiro trimestre deste ano, se confiarmos nos relatórios do Facebook relacionados aos produtos Oculus, o item de receita da empresa aumentou 80% em comparação com o mesmo período do ano passado. Em junho, o Facebook anunciou a cessação das vendas do dispositivo Oculus Go, focado nos proprietários de um orçamento limitado. Agora todos os esforços serão focados nos dispositivos mais caros da marca Oculus.

Espera-se que a nova versão do fone de ouvido Oculus Quest seja lançada em produção em massa no final de julho. Será mais leve e mais compacto que seu antecessor, terá um novo acabamento, controladores aprimorados e uma taxa de atualização de tela mais alta. A estréia da novidade está prevista para o final deste ano, por isso é improvável que seja incluída em uma quantidade significativa nos dois milhões de dispositivos que o Facebook espera lançar no atual semestre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *