28 de setembro de 2020

Avalanche Notícias

Você conectado com o mundo

SMIC chinês atingido por sanções dos EUA, ações da empresa despencam 15%

2 min read

Assim que a HiSilicon foi cortada dos serviços da TSMC, a maioria das fontes começou a depositar suas esperanças de “fortalecer a soberania de semicondutores da China” com a SMIC com sede em Xangai. Este último já domina a tecnologia de 14 nm e está levantando capital para a transição para a tecnologia de processo de 12 nm. Soube-se na semana passada que as autoridades americanas podem impor sanções contra o SMIC.

Fonte da imagem: South China Morning Post

As informações sobre isso foram divulgadas pela Reuters, citando fontes próprias. Segundo eles, representantes do Pentágono abordaram a comissão competente do governo dos Estados Unidos com uma proposta de sancionar a SMIC por laços com o setor militar chinês. Até o momento, não há informações sobre a prontidão das autoridades norte-americanas em seguir os conselhos dos militares norte-americanos, e a SMIC já começou a se justificar, garantindo ao lado americano que fabricará produtos exclusivamente para necessidades comerciais e civis.

Se o plano do Pentágono for aprovado, o SMIC estará sujeito às mesmas restrições da Huawei ou HiSilicon. O fornecimento de equipamentos e softwares que sejam utilizados em litografia será proibido a qualquer empresa do mundo se utilizar tecnologia de origem americana. Anteriormente, a SMIC já havia garantido ao público que, no caso de sanções contra a Huawei, seguiria os requisitos das regras de controle de exportação dos EUA. De acordo com dados não oficiais, a SMIC já conseguiu lançar a produção de processadores de 14 nm para as necessidades da Huawei, mas após a introdução de sanções em duas fases em maio e agosto deste ano, foi forçada a abandonar a cooperação com o desgraçado gigante chinês nesta área.

De acordo com estimativas de Jefferies, pelo menos 50% do equipamento litográfico da SMIC vem dos Estados Unidos. De muitas maneiras, é isso que a empresa deve seu rápido progresso no domínio da litografia avançada, bem como sua equipe de engenharia com experiência na TSMC. Este ano, a SMIC começou a levantar capital ativamente para o desenvolvimento da produção em massa de produtos de 12 nm, para isso, foram emitidas novas ações no valor de vários bilhões de dólares. A SMIC formou uma joint venture com o Município de Pequim para construir uma linha de produção de componentes de 28 nm.

As autoridades chinesas estão interessadas na produção de produtos de 7nm no país até meados desta década. A aposta principal foi feita na SMIC neste sentido. Se as sanções americanas contra esta empresa forem realmente impostas, isso será um motivo de peso para a escalada da tensão internacional. Depois que a notícia apareceu, as ações da SMIC nas bolsas de valores chinesas caíram de 15 a 21%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *