20 de setembro de 2020

Avalanche Notícias

Você conectado com o mundo

McDonald’s constrói o primeiro restaurante independente movido a energia solar

2 min read

O restaurante principal está localizado em Orlando, Flórida, no lado oeste do Disney Hotel na Buena Vista Drive. A instalação produz energia suficiente localmente para cobrir totalmente suas necessidades ao longo do ano. A instalação também servirá como uma espécie de local de pesquisa, como parte dos esforços da empresa para reduzir o consumo de energia e água. Agora, devido às medidas de quarentena causadas pela pandemia COVID-19, a instalação está aberta apenas para manutenção de carros (Mac Drive) e entrega de alimentos sob encomenda.

Este restaurante de 750 m2 tem:

  • Uma matriz de 1.066 painéis solares capaz de produzir 600.000 kWh de eletricidade por ano;
  • 140 m2 de painéis de vidro fotovoltaico integrados em todo o edifício, com capacidade para produzir quase 70.000 kWh por ano;
  • Janelas com venezianas especiais com uma área superior a 56 m2 que abrem e fecham automaticamente, proporcionando uma entrada de ar frio e uma saída de ar quente;
  • Paredes verdes cobertas por plantas de mais de 156 m2 absorvem dióxido de carbono, promovem a conservação da biodiversidade e retêm água;
  • Postes de iluminação movidos a energia solar instalados no estacionamento economizam mais de 9.000 kWh anualmente.
  • Encanamentos de baixa água, pedras de pavimentação de drenagem e plantas nativas da Flórida reduzem o consumo de água e o desperdício;
  • Existem até bicicletas estacionárias que os clientes podem usar para alimentar a iluminação do arco dourado característico do McDonald’s.

No próximo ano, o McDonald’s irá certificar o consumo zero de energia por meio do International Institute for Future Living. Os dados de energia do restaurante serão usados ​​pelo McDonald’s para cumprir suas metas de sustentabilidade, incluindo o progresso em direção à meta declarada de reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 36% em restaurantes e escritórios até 2030, em comparação com 2015.

No ano passado, o McDonald’s firmou dois acordos de investimento para adquirir 380 MW de energia solar e eólica. Estima-se que isso gere energia suficiente para abastecer mais de 2.500 restaurantes, reduzindo as emissões de dióxido de carbono em mais de 700.000 toneladas por ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *