Fundada em 2009, a empresa croata Rimac Automobili conseguiu não apenas se casar com a Porsche e a Bugatti, mas também iniciar a produção em série dos hipercarros Nevera, equipados com quatro motores elétricos com potência total de 1914 cv. e acelerar até 100 km/h em 1,86 segundos. A fabricante vai produzir 50 carros anualmente, a edição do primeiro ano já está esgotada e o custo de um carro elétrico chega a US$ 2,4 milhões.

Fonte da imagem: Rimac Automobili

Como explica Rimac, Nevera levou cinco anos para desenvolver, com três gerações de usinas substituindo umas às outras, 18 protótipos foram criados e 45 testes físicos de colisão foram realizados. Os custos totais de mão de obra para a criação deste hipercarro ultrapassaram 1,6 milhão de horas-homem. Anteriormente, a empresa prometeu produzir 150 carros desse modelo, e poderá montar 50 exemplares por ano. O primeiro dos hipercarros Nevera montados, que foi exibido no Goodwood Festival of Speed, a empresa manterá como carro para demonstração e fins promocionais. Leva cinco semanas para construir um hipercarro, e os primeiros carros de clientes estão agora em produção.

A rede de revendedores Rimac possui 25 pontos de venda nos EUA, Europa, Oriente Médio e Ásia. A empresa fabrica os principais componentes da própria usina, também os desenvolveu, incluindo a bateria de tração, motores elétricos, inversores e caixa de câmbio. Cada um dos 150 hipercarros produzidos promete ser único graças à ampla gama de opções de personalização que são a norma para um carro de US$ 2,4 milhões. De acordo com o ciclo da EPA, o carro elétrico Rimac Nevera é capaz de percorrer 462 km com uma única carga, a velocidade máxima chega a 415 km/h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.