A American Automobile Association (AAA) testou sistemas de assistência ao condutor (piloto automático limitado) em veículos Tesla, Hyundai e Subaru, confirmando que são realmente capazes de prevenir acidentes ou atenuar as suas consequências. O sistema da Tesla mostrou-se o melhor de todos.

Fonte da imagem: tesla.com

Como parte de uma série de testes, os engenheiros da AAA selecionaram três modelos de carros para os quais prepararam quatro cenários: ultrapassar um carro em movimento na mesma direção; ultrapassar uma motocicleta que se desloca no mesmo sentido; colisão frontal a uma velocidade de 40 km/h; colisão com um ciclista em movimento. Os assuntos de teste foram Hyundai Santa Fe, Subaru Forester e Tesla Model 3.

Veículos da Hyundai e Subaru lidaram com sucesso nos dois primeiros testes, que analisaram cenários com um carro e uma motocicleta se movendo na mesma direção, enquanto o veículo elétrico da Tesla também detectou o perigo de uma colisão frontal no terceiro teste, desacelerando para 5 km/h antes de acontecer. Mas os carros de fabricantes coreanos e japoneses, diante da ameaça de colisão frontal, ainda cederam.

A Tesla não comentou os resultados dos testes. A Hyundai disse que está analisando-os como parte de seu “compromisso com a segurança do cliente”. A Subaru disse que está analisando a metodologia dos testes e ainda não está pronta para comentar em detalhes. No entanto, eles observaram que o sistema de assistência ao motorista EyeSight foi aprimorado no modelo Forester 2022. Ao mesmo tempo, foi o Subaru Forester que não conseguiu lidar com a tarefa de um ciclista se movendo, enquanto os carros Tesla e Hyundai o detectaram em tempo hábil e conseguiram desacelerar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.