A Hyundai e a Kia pretendem investir mais de US$ 16,5 bilhões na expansão da produção de veículos elétricos na Coreia do Sul até 2030 para produzir 1,44 milhão de veículos elétricos anualmente até o final da década. A essa altura, ambas as empresas produzirão até 45% dos veículos elétricos em sua terra natal histórica.

Fonte da imagem: Hyundai Motor

Em outras palavras, como explica a Reuters, Hyundai e Kia esperam produzir juntas 3,23 milhões de veículos elétricos por ano até 2030, mas a maior parte da produção estará concentrada fora da Coreia do Sul. Foi revelado na semana passada que a Hyundai está procurando construir uma fábrica de veículos elétricos na Geórgia para o mercado dos EUA. Até US$ 7,5 bilhões serão gastos nessas necessidades e 8.500 empregos serão criados ao mesmo tempo. O site começará a emitir produtos até 2025.

Outras empresas coreanas também estão demonstrando interesse no mercado norte-americano. Por exemplo, o fornecedor de baterias de tração SK On deve gastar US$ 6,35 bilhões em uma joint venture com a Ford Motor para equipar fábricas em Kentucky e Tennessee. Na primeira, até 2025 ou 2026 haverá dois empreendimentos para a produção de baterias de tração, cada um poderá produzir produtos com capacidade total de até 43 GWh por ano. No Tennessee, a partir de 2025, será lançada a produção de baterias de tração em volumes semelhantes, bem como a montagem das picapes elétricas F-150 Lightning de nova geração.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.