Em agosto deste ano, um carro pegou fogo em um estacionamento em frente ao escritório da startup de veículos elétricos Canoo em Torrance, Califórnia. De acordo com um relatório de incidente obtido recentemente pelo The Verge, os bombeiros apagaram o fogo sem problemas e ninguém ficou ferido.

Fonte da imagem: Canoo

Segundo Agnes Gomes-Koizumi, vice-presidente de comunicações de Canoo, Agnes Gomes-Koizumi, o incêndio ocorreu após o teste de uma bateria de íon-lítio. “Um pequeno incêndio ocorreu algumas horas após o teste destrutivo deliberado do módulo de bateria”, disse Gomez ao The Verge por e-mail, observando que o módulo passou no teste com sucesso e não pegou fogo. E o incêndio fez com que “alguém colocasse erroneamente o módulo em um recipiente lacrado”. “A caixa em que o módulo foi colocado ficou sob pressão, o que levou ao incidente”, explicou Gomez.

Ela disse que os testes de bateria foram realizados em um veículo de uma montadora terceirizada, não em um protótipo de veículo elétrico Canoo. Segundo a reportagem, era um veículo Ford. Também não se sabe quem foi a bateria testada.

Lembre-se que em outubro deste ano, a Canoo fechou um acordo para fornecer baterias para seus veículos elétricos Sanyo, subsidiária da Panasonic. Canoo planeja iniciar a produção em massa de veículos elétricos no próximo ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.